Conecte-se conosco

Dicas

Como estabelecer um compartilhamento eficiente dos materiais de vendas com os corretores

Publicado a

I

Imagem de uma mulher com uma blusa preta e blazer cinza, segurando um celular com as duas mãos

Se você é gestor de uma imobiliária ou incorporadora, é importante buscar meios eficientes para compartilhar materiais de vendas com os corretores.

Sabe aquele ditado que diz que “tempo é dinheiro”? Na área da corretagem, essa sabedoria popular tem muito valor!

Isso porque, se as tarefas forem realizadas de forma morosa e pouco efetivas, os corretores estarão perdendo oportunidades de fechar os negócios mais rapidamente e faturar mais.

Neste artigo, pretendemos explicar como estabelecer um compartilhamento eficiente dos materiais de vendas com os corretores. A nossa ideia é ajudá-lo a ter uma boa comunicação com os profissionais. 

Ficou interessado? Então, basta continuar a leitura e aprender a compartilhar materiais de vendas com mais eficiência.

Qual a importância de implementar um compartilhamento de materiais com os corretores?

Os materiais, como fotos e informações dos imóveis, tabelas de venda, bem como as listas de dados dos leads e clientes são essenciais para o trabalho dos corretores.

Mas, você já parou para pensar em quanto tempo perde localizando e compartilhando esses arquivos com os profissionais? 

Caso você tenha o hábito de usar o WhatsApp ou o Google Drive para guardar e compartilhar essas informações, pode estar perdendo muito tempo!

Isso acontece porque essas ferramentas, embora sejam digitais, não são automatizadas. Ou seja, elas exigem que seja realizado um extenso trabalho manual.

Se um corretor solicitar as fotografias de um apartamento que está negociando com um cliente, por exemplo, você precisará localizar as imagens em meio a centenas de outros arquivos no Drive, fazer o download no seu computador e encaminhá-las pelo WhatsApp.

Tudo isso demanda muito tempo da sua rotina! Isso sem contar que, se as fotos tiverem sido feitas com câmeras profissionais, são bem pesadas e demoram para serem enviadas, por conta do tamanho dos arquivos.

Quando você implementa o uso de uma ferramenta automatizada para compartilhar materiais de venda, a sua rotina de trabalho é otimizada e você deixará de perder tempo com atividades burocráticas e operacionais.

O seu tempo poderá ser direcionado para atividades mais estratégicas, como acompanhar o dia a dia dos corretores, pensar em ações para motivar os colaboradores com o trabalho, buscar meios de melhorar o atendimento prestado aos clientes etc.

Como estabelecer uma comunicação eficiente com os corretores de imóveis?

Para que a sua empresa consiga melhorar o atendimento e, consequentemente, fechar mais vendas, estabelecer uma comunicação eficiente com os corretores é fundamental.

Entre outras coisas, é importante contar com um CRM personalizado, que auxilie no controle do relacionamento com a equipe de vendas e clientes. Assim, todas as informações ficarão centralizadas no mesmo espaço.

A ideia é que o fluxo de trabalho seja organizado, por meio de soluções tecnológicas que automatizem os processos comerciais da sua imobiliária ou incorporadora. Quando isso se efetiva, a boa comunicação é uma consequência.

As ferramentas tecnológicas para compartilhar materiais de venda, por exemplo, contribuem diretamente para que haja uma melhor comunicação com os corretores. Afinal, eles terão sempre à disposição os itens que necessitam, sem ter que perder tempo fazendo dezenas de solicitações por dia.

Dinamismo e agilidade são palavras-chave para quem deseja se dar bem no mercado imobiliário atual! Com as soluções tecnológicas apropriadas, você terá uma comunicação eficiente e mais resultados positivos no fechamento de negócios por parte dos corretores.

Como proporcionar um compartilhamento eficiente de materiais?

Você sabia que 6% das compras de imóveis já são feitas de forma totalmente digital? Isso quer dizer que alguns compradores chegam a nem visitar presencialmente as casas ou apartamentos antes de comprá-los. Interessante, não é mesmo?

Isso é uma consequência da transformação digital pela qual a sociedade está passando nos últimos anos, impulsionada pela pandemia de covid-19. Em meio a esse cenário, em que as vendas digitais não param de crescer, ter agilidade é essencial.

Por isso, além de incentivar os corretores a usarem recursos tecnológicos em seu trabalho, também é interessante que a própria empresa busque soluções para compartilhar os materiais de venda de forma eficiente. 

Com o app Facilita, por exemplo, todos os materiais de vendas ficam armazenados em um só lugar. Dessa forma, os corretores terão acesso fácil e rápido a todos os arquivos necessários para realizar o seu trabalho, como fotos, vídeos, plantas dos imóveis, documentos com informações, tabelas etc.

Inclusive, esses arquivos podem ser compartilhados com os clientes. Imagine, por exemplo, que um corretor está mostrando apartamentos para um possível comprador, que deseja adquirir um imóvel em um bairro X.

Com o app Facilita, ele pode filtrar as informações e encontrar todos os imóveis disponíveis na região solicitada pelo cliente. Rapidamente ele pode selecionar as imagens e demais informações dos empreendimentos e enviar para que o cliente avalie e faça o agendamento da visita nos que achar mais interessantes.

É interessante também que você saiba que o app Facilita permite que sejam cadastrados quantos empreendimentos forem necessários. Não há limite de espaço! E, como as informações ficam guardadas na nuvem, não é preciso se preocupar com limites de memória dos seus dispositivos.

Com essa solução, os corretores terão os materiais de vendas disponíveis na palma da mão! Passar informações dos empreendimentos pelo WhatsApp ou Google Drive é coisa do passado, já está ultrapassado!

Para estabelecer um compartilhamento eficiente de materiais de vendas com os corretores, contar com um aplicativo próprio para isso e totalmente automatizado, como o app Facilita, é essencial.

Quer facilitar a sua rotina de gestor? Então, acesse o nosso site e conheça o app Facilita! Você poderá solicitar um teste grátis por 7 dias e comprovar a eficiência da nossa solução. Não perca essa oportunidade!

Continue lendo
Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Dicas

Dicas de gestão financeira para construtoras

Publicado a

I

Trabalhar com uma boa gestão financeira é um passo essencial para que uma companhia tenha a possibilidade de se destacar em sua área. Sendo possível tomar conta de todos os ativos associados a uma companhia, como os seus gastos e suas responsabilidades.

Tópicos esses que precisam ser administrados da melhor maneira possível, para assim garantir com que os lucros obtidos através de suas transações comerciais de fato alcancem um nível esperado por tal companhia. Algo que leve ao crescimento desse negócio.

Até porque os ganhos reais de um projeto só são revelados após o pagamento de todas as dívidas desse empreendimento, custeando todo o investimento aplicado em tal negócio. Como os gastos com farinha, manteiga e outros ingredientes para a confecção de um bolo.

Qualquer lucro obtido com a venda desse bolo deverá ser descontado das despesas com esses materiais. Isso sem contar com qualquer outro ônus associado a esse empreendimento, como nos gastos com aplicação de resina em piso em uma padaria.

Algo que pode ser apontado para os mais diversos tipos de negócios, tanto aqueles de pequeno porte, como uma loja de doces que acaba de abrir suas portas, como também para um grande conglomerado que atua há anos no mercado, lidando com suas obrigações.

Para ambos esses perfis, a aplicação de um sistema otimizado de organização financeira pode fazer com que esses empreendimentos alcancem melhores resultados dentro de suas respectivas áreas, possibilitando até mesmo a sua expansão em sua área de negócios.

Como uma empresa de projetos hidráulicos que oferece os seus serviços para o público nacional e planeja expandir sua companhia para trabalhar também com o mercado internacional, colocando-se em um campo maior de deveres, muitos de base financeira.

Mas para que seja possível trabalhar com esse conceito de gestão financeira, garantindo assim um melhor índice de sucesso para um negócio, primeiro se deve compreender quais são as características associadas a esse tipo de sistema de organização fiscal.

Do que se trata uma gestão financeira?

A administração de um negócio depende de uma série variada de responsabilidades. Algo que cresce na medida do tamanho de tal empreendimento, com os desafios a se alcançar, o sucesso em uma empresa estando alinhados aos seus objetivos a serem conquistados.

Entre os setores que precisam de uma boa gestão, é válido destacar a área financeira de tal companhia. Pois é a partir do fluxo de caixa dessa companhia, com a saída e entrada de recursos, que será possível definir o nível real de performance que um negócio obtém.

Nesse sentido, uma gestão financeira se refere a organização de uma série de tópicos que envolvem algum tipo de valor econômico, tais como:

  • Custos com material;
  • Pagamento de profissionais;
  • Realização de parcerias comerciais;
  • Cumprimento de contratos.

Dados esses que devem ser ordenados de maneira complexa, para garantir com que um empresa construção e reforma consiga ter sucesso em suas ações, para o bem tanto da companhia em si como para seu público.

Uma organização financeira que apresenta benefícios também para as construtoras. Empreendimentos que normalmente lidam com grandes ativos financeiros, para garantir a construção adequada das obras às quais essa empresa se responsabilizou em levantar.

Uma gestão que será responsável para que uma construtora consiga se manter dentro do mercado, além de outros objetivos, como no seu projeto de expansão, por exemplo. Situação onde é esperado crescer não só os clientes, mas também as suas finanças.

Sistema de gestão que trabalha de uma forma geral com a relação entre os gastos e ganhos de uma empresa e que com base nessa associação encontrar de fato o valor de mercado de uma construtora.

Sendo importante, por exemplo, descontar do valor da venda de um imóvel os mais diversos custos necessários para levantar tal espaço, como a instalação de portas, a manutenção em elevadores no caso de um prédio, entre outras despesas.

E para se ter um controle adequado sobre a gestão do seu negócio, é indicado que uma construtora passe a adotar algumas práticas que a ajudem nesse sentido.

Táticas para otimizar a sua gestão financeira

A gestão econômica de um projeto é baseada em seguir uma série de diretrizes financeiras, estabelecidas justamente para garantir com que um negócio tenha melhores chances de despontar em sua área. Práticas que auxiliam então o setor de administração.

Contudo, a sua aplicação deve se expandir por todas as áreas de uma companhia, desde o time de produção, até a equipe de marketing. Todos a lideram com uma relação de lucros e gastos, para que seja possível para uma construtora despontar dentro do mercado.

E para se certificar de qual tão gestão otimizada pode ser aplicada ao seu negócio é importante ter atenção às dicas que estão listadas logo abaixo.

Desenvolva um cronograma aperfeiçoado

O desenvolvimento de um cronograma de ações e de objetivos é algo que se recomenda a qualquer tipo de negócio. Contudo, a sua construção deve estar alinhada à realidade financeira deste empreendimento, tornando viável a conclusão de seus propósitos.

Um sistema que ao ser bem estruturado pode até mesmo permitir com que uma construtora conheça melhor a si mesma. Uma ação capaz de garantir que os seus objetivos comerciais sejam definidos e concluídos em um período específico de tempo.

Cronograma esse que pode ser dividido entre todas as equipes que fazem parte da composição desse negócio.

Faça um lançamento de suas dívidas

Após estabelecer um calendário adequado para a sua empreitada, é preciso também preencher as planilhas que poderão ser usadas como base para o seu cronograma de atividades comerciais.

Nesse sentido, algo importante a ser destacado são as despesas mensais desse negócio. Como o pagamento dos seus funcionários, a quitação de um projeto de infraestrutura de instalações elétricas, entre outros custos trabalhados por tal empreendimento.

O uso de softwares pode ser benéfico, ajudando a organizar tais despesas em um sistema digital de fácil acesso.

Controle a relação de custos e ganhos

Para que um negócio consiga se manter estável no mercado, é essencial que ele conte com um bom sistema de fluxo de caixa, ou seja, a relação entre os ativos financeiros que entram e saem constantemente de tal empreendimento.

O mesmo é válido para o setor de empreiteiras, onde o seu lucro deve se manter acima dos seus gastos para manter o negócio funcionando e ao mesmo tempo investir em si mesmo. Logo, é essencial analisar frequentemente essa relação, de preferência com as planilhas.

Atenção às despesas

Por mais que seja importante investir em um negócio, para garantir que ele possa se expandir no mercado, é necessário ter atenção com os gastos que estão sendo feitos por uma construtora, para garantir que exista dinheiro em casa para arcar com suas dívidas.

Afinal, como garantir aos futuros compradores um imóvel seguro, instalado com um leitor biométrico para controle de acesso, se não existe dinheiro suficiente para pagar tal investimento e ao mesmo tempo levantar as paredes de uma casa?

Baseado no exemplo citado, é importante garantir que as despesas de um negócio sejam as menores possíveis, e quando elas ocorram seja para algo de grande valor para tais construtoras.

Tente cortar custos

Após analisar a rentabilidade de um negócio, é importante trabalhar sempre com a possibilidade de cortar possíveis gastos desnecessários. De forma até mesmo a melhor direcionar as suas despesas, aplicando suas finanças no desenvolvimento do negócio.

Como na instalação de um serviço de portaria remota para condomínios, reduzindo assim os gastos com a contratação de um profissional físico, além de garantir a renovação tecnológica de suas ofertas no setor imobiliário.

Ao seguir as dicas acima torna-se possível garantir com que o seu negócio conte com uma melhor gestão financeira. Algo de valor para que o capital de uma empresa possa crescer, após o uso de seus ganhos para fortalecer os serviços oferecidos por tal empreendimento.

Destacando assim benefícios que possam levar ao crescimento do seu negócio. Uma situação positiva que acaba por levantar uma questão específica em quem busca amplificar o sucesso de sua construtora.

Como iniciar a gestão financeira na prática?

Para dar início a esse processo de gestão de finanças é preciso, acima de tudo, conhecer a situação geral da sua companhia. Pois somente ao entender a sua realidade é que será possível trabalhar com o processo de adaptação do negócio.

Como na adoção de um sistema ex tarifário, que garanta uma diminuição em relação aos seus gastos tarifários. Algo importante para quem pensa em trabalhar com o mercado estrangeiro.

Uma adaptação que tem início na gestão financeira adequada a ser aplicada à sua construtora. Permitindo que ela alcance a mesma posição de sucesso de concorrentes como a Tenda, MPD ou Cyrela.

Empresas de destaque no ramo e que puderam alcançar o seu ponto de destaque ao trabalharem com um bom sistema de gestão financeira.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Continue lendo

Dicas

Perfil de um corretor de imóveis: conheça os principais tipos e descubra qual é o seu

Publicado a

I

Você já parou para pensar como cada corretor de imóveis têm um perfil diferente? É bem comum que os profissionais, conforme ganham experiência na área, desenvolvam as suas próprias técnicas de vendas.

Cabe lembrar que não existe certo ou errado nesse momento. Desde que não fira os parâmetros éticos da profissão, cada profissional pode usar as táticas que julgar mais interessantes para prospectar clientes e fechar bons negócios.

A ideia deste artigo é apresentar alguns perfis de corretores de imóveis mais comuns, para que você consiga identificar o seu. Gostou da ideia? Então, continue com a gente!

Curiosidades sobre a profissão de corretor de imóveis

Antes de descobrir em qual perfil de corretor você se encaixa, é interessante saber sobre algumas curiosidades da profissão.

No Brasil, a profissão de corretor de imóveis é regulamentada pela Lei nº 6.530/78, sancionada ainda no ano de 1978, pelo então presidente Ernesto Geisel. 

Apesar disso, a profissão é ainda mais antiga, pois, de acordo com registros, o primeiro Sindicato de Corretores de Imóveis do Brasil surgiu em 1937.

Hoje em dia, para trabalhar na área, o profissional deve ser formado no curso Técnico em Transações Imobiliárias ou ter cursado graduação tecnológica em Ciências Imobiliárias ou Gestão de Negócios Imobiliários.

Além disso, para atuar de forma legal, o profissional deve se credenciar no Conselho Regional de Corretor de Imóveis (Creci) da região em que trabalha.

Segundo informações do Cofeci-Creci, atualmente, há 389,4 mil corretores de imóveis credenciados no Brasil. Já o número de imobiliárias é 48,8 mil. 

Outra curiosidade interessante é que a profissão de corretor de imóveis tem como símbolo um colibri. Esse pássaro é conhecido por lutar pela sobrevivência e por ser um intermediador da natureza.

9 perfis de um corretor de imóveis

Agora que você conhece algumas curiosidades sobre a área, chegou o momento de descobrir qual é o seu perfil de corretor. Veja, a seguir, alguns dos principais deles e analise em qual você acredita se encaixar.

1. O que conhece muito bem a oferta

Esse tipo de corretor de imóveis é aquele que estuda bem os imóveis e sabe responder todos os questionamentos dos clientes.

Usar a tecnologia a favor é uma boa forma de adotar esse perfil, tendo em vista que as plataformas digitais podem reunir todas as características dos imóveis no mesmo espaço.

2. O que respeita o tempo do cliente

Vender é praticamente uma arte, principalmente quando estamos lidando com itens de alto valor, como os imóveis.

Por isso, não é recomendado que os corretores sejam muito ansiosos ou afobados para fechar vendas. Esse tipo de profissional, que respeita o tempo do cliente, costuma ser bem-sucedido, já que sabe como e quando agir.

3. O amigo de todo mundo

Ter simpatia e atender a todos com cordialidade é muito importante em qualquer relação de compra e venda. Por isso, ser um corretor amigo de todo mundo tem o seu lado positivo.

O que não pode acontecer é “forçar” uma amizade com o cliente, principalmente se perceber que a pessoa é mais reservada. Deve-se ter cuidado para manter a relação sempre profissional, mesmo que você busque agradar o interessado em comprar ou alugar imóveis.

4. O que não para de falar

O corretor que não para de falar não costuma ser bem-sucedido nas vendas. Isso se justifica porque a pessoa “tagarela” demais acaba assustando o cliente.

Pode-se passar a ideia de que você está querendo “empurrar” os imóveis para os clientes, sem buscar conhecer a fundo as necessidades deles. Por isso, tome cuidado!

5. O novato

O corretor novato é aquele que está começando na área agora e ainda não tem muita experiência na área.

Para ter sucesso na profissão, recomenda-se que esse perfil tenha sempre um profissional mais experiente que atue como uma espécie de mentor. 

6. O bem-sucedido

Esse tipo de corretor é aquele que cuida muito bem da aparência, se veste de forma elegante, fala de maneira bastante formal e passa um ar de entendido e empoderado.

Para quem tem esse perfil, o único cuidado que deve ser tido é evitar os exageros para não afugentar os clientes com menor poder aquisitivo. Se você atende o mercado de imóveis de luxo, no entanto, tem tudo para conseguir excelentes resultados.

7. O moderninho que entende de tecnologia

O corretor moderninho é aquele que está sempre de olho nas novas tecnologias que podem ser incorporadas para facilitar o seu trabalho. 

Para isso, usa ferramentas como o WhatsApp, site profissional, o app Facilita, entre outros recursos.

8. O que gosta de estudar

O corretor que gosta de estudar, sem dúvida, tem grandes chances de se tornar um profissional reconhecido no mercado.

Afinal, dominar novas técnicas de vendas, marketing e persuasão é sempre importante para conquistar os clientes e conseguir fechar bons negócios.

9. O que cria network

Assim como acontece em todas as áreas, ter uma boa rede de contatos é essencial para o corretor de imóveis.

O profissional que tem esse perfil cria um bom network, sempre trabalhando as suas relações, para que consiga grandes oportunidades para fechar bons negócios.

E então, conseguiu identificar em qual perfil de corretor você se encaixa? É claro que esses estereótipos são apenas classificações mais gerais sobre os profissionais. 

A nossa ideia não é criar rótulos, mas sim fazer com que você trabalhe o autoconhecimento para ter mais sucesso profissional. Abrace as suas maiores forças e trabalhe naquilo que deseja mudar.

Além disso, o corretor pode ter mais de um perfil. Por exemplo, você pode ser um corretor “bem-sucedido e moderninho”. 

Na prática, você pode variar e moldar o seu perfil de corretor de imóveis, de acordo com as características de cada cliente.  Um consumidor de alto padrão, por exemplo, não tem os mesmos anseios que uma pessoa de classe média ao comprar um imóvel. Tudo isso precisa ser considerado.

Quer se aperfeiçoar ainda mais como profissional? Então, baixe agora o nosso Manual Prático para Corretores! Ele traz várias dicas e insights para você fazer boas vendas.

Continue lendo

Dicas

4 passos para fazer um script de vendas para a sua imobiliária

Publicado a

I

Vender imóveis é uma tarefa bem desafiadora, tendo em vista que os investimentos do cliente são altos, o que faz com que as pessoas sejam muito exigentes no momento da compra. Nesse sentido, ter um script de vendas ajuda muito a fechar negócios e aumentar a lucratividade da imobiliária.

Para saber mais sobre o assunto e conferir um passo a passo para fazer um script de vendas para a sua imobiliária, prossiga com a leitura!

O que é um script de vendas?

Script de vendas é um roteiro que conduz os clientes desde o primeiro contato com a imobiliária até a conclusão do negócio.

O documento está diretamente relacionado com cada uma das etapas do funil de vendas imobiliário e pode ajudar muito os corretores a terem sucesso nas negociações. 

Por que fazer um script de vendas para sua imobiliária?

O script de vendas para imobiliária é importante porque orienta cada uma das etapas do funil de vendas imobiliário.

Ao usar esse documento, aumentam as suas chances de fechar negócios, tendo em vista que os corretores não serão pegos de forma desprevenida.

Se um cliente entrar em contato por telefone, por WhatsApp ou até mesmo chegar de surpresa na imobiliária, o vendedor saberá como proceder, terá uma trilha para seguir e fechar os negócios.

4 passos para fazer um script de vendas eficiente

Agora que você já sabe mais sobre o que é um script de vendas e o porquê dele ser tão importante, vamos apresentar um passo a passo de como criá-lo para a sua imobiliária. Acompanhe!

1. Defina as etapas do processo de vendas

Para começar, você deve definir todas as etapas do processo de vendas da sua imobiliária ou construtora.

A primeira etapa pode ser a prospecção de clientes, feita por meio das redes sociais, mídia tradicional e outros meios publicitários.

Depois, vem a etapa de conversação com o cliente, relacionamento, visitas ao imóvel, apresentação das condições de pagamento, tiração de dúvidas sobre o contrato etc.

Vale lembrar que aqui não existe uma “receita de bolo”. Cada imobiliária pode ter etapas específicas no seu processo de vendas. Por isso, esse passo precisa ser muito bem pensado.

2. Tenha suas personas muito bem definidas

Uma vez que você listou todas as etapas do seu processo de vendas, é importante definir quem são as suas personas.

No marketing, personas são personagens semi fictícios que representam o cliente ideal. Você pode criá-las com base em entrevistas e observação de seus clientes reais.

Existe até mesmo uma ferramenta gratuita chamada “O fantástico gerador de personas”, criado pela Resultados Digitais e pela Rock Content, que pode ajudar muito nessa etapa.

Com personas bem definidas, você terá um melhor conhecimento das necessidades e dos anseios de seus clientes. De tal forma, poderá buscar meios para supri-los e conquistar mais vendas. 

3. Conheça muito bem o seu produto e o seu mercado

Também é importante que você conheça muito bem o seu produto e o seu mercado, para que todas as dúvidas dos clientes sejam esclarecidas no ato.

Sempre que um novo imóvel for colocado à venda, por exemplo, convém estudá-lo de forma minuciosa, para que você tenha todas as informações sobre ele na ponta da língua. Assim, você saberá responder prontamente os questionamentos dos possíveis compradores.

4. Armazene as suas informações e atualize-as com frequência

É claro que guardar todas as informações na cabeça é praticamente impossível, principalmente quando você trabalha com muitos imóveis e atende vários clientes por dia.

Por isso, é muito importante que você armazene as informações sobre os imóveis em uma espaço seguro e de fácil acesso. 

Com o app Facilita, por exemplo, você poderá ter acesso rápido a todas as informações dos empreendimentos, assim como materiais de vendas, plantas, vídeos, tours 360º e demais tipos de arquivos.

Também é importante que essas informações sejam atualizadas com frequência, para que nada desatualizado seja repassado aos clientes.

Exemplo de situação prática envolvendo o script de vendas para imobiliária

Com um script de vendas bem estruturado, a sua imobiliária poderá fazer mais vendas ativas e conquistar bons resultados. Veja, a seguir, um exemplo!

Vamos supor que um lead clicou em um anúncio nas redes sociais e solicitou atendimento via WhatsApp para saber mais sobre um imóvel. 

Nesse caso, pode ser enviada uma mensagem como a seguinte:

“Olá, [nome da pessoa]! Me chamo [nome do corretor] e falo da [nome da imobiliária].

Estou enviando esta mensagem em resposta à sua solicitação de contato.

Podemos marcar uma videochamada para que eu lhe apresente mais detalhes sobre o imóvel? Que horário fica melhor para você?

Aguardo o seu retorno!”

Caso a pessoa já responda a mensagem e dê uma opção de dia e horário para agendar a conversa, o corretor já pode colocar o compromisso na agenda, se preparar para o encontro e partir para a próxima etapa do script.

Se o prospect demorar mais de 24 horas para responder o contato, é indicado tentar novamente nos dias seguintes, antes de desistir da venda. Lembre-se que as pessoas têm rotinas muito corridas e que podem ficar sem tempo para responder no ato, o que não significa que tenham perdido o interesse no imóvel.

Com o passo a passo que apresentamos, fica fácil ter um bom script de vendas e fechar novos negócios na sua imobiliária. Coloque as nossas dicas em prática!

Para ter ainda mais sucesso na sua imobiliária, é interessante que as equipes de marketing e vendas atuem de forma integrada. Quer saber mais? Então, acompanhe o nosso webinar que trata sobre esse tema. Vale a pena assistir!

Continue lendo

Trending

Copyright © 2022 Facilita.

pt_BRPortuguese