Conecte-se conosco

Mercado Imobiliário

61% das empresas do imobiliário preferem inovar em processos internos

Publicado a

I

Uma pesquisa realizada pela Deloitte e Terracotta Ventures mostra que 61% das empresas do mercado imobiliário e construção civil apostam em inovação dos processos internos para melhorar sua eficiência operacional.

A pandemia mostrou o quanto a digitalização é necessária no mercado imobiliário e, neste período de isolamento, a transformação digital foi acelerada. Assim, a inovação, a tecnologia e os processos se tornaram importantes aliados para alavancar os resultados do setor.

O estudo mostra que 39% das incorporadoras já possuem uma estratégia de inovação definida e que o comportamento do consumidor é um dos pontos principais no planejamento dessas estratégias. Confira os resultados neste artigo!

Construtoras já contam com uma estratégia de inovação

estrategia-inovacao-processos

Segundo uma pesquisa da Mckenzie, o mercado imobiliário é um dos setores mais atrasados em transformação digital no mundo. A pandemia apenas reforçou o quanto agilidade, flexibilidade e tecnologia são essenciais para as empresas do setor.

O estudo da Deloitte e Terracotta Ventures aponta que somente 39% das construtoras e incorporadoras possuem uma estratégia de inovação definida. Ou seja, ainda há muito espaço para mudanças, aprimoramento de processos e, claro, para a digitalização no setor.

Fatores como vantagem competitiva, efetividade nas operações e escala dos resultados são os principais motivos para as empresas apostarem no novo. As soluções que têm surgido podem ser o grande diferencial na recuperação dos setores de construção e imobiliário.

Como as construtoras estão inovando?

inovacao-processos-eficiencia-operacional

A pesquisa aponta que a transformação de processos internos está entre as principais estratégias de inovação do setor. Ou seja, as empresas estão repensando seus processos para deixá-los cada vez mais simples, rápidos e eficientes.

Como é o caso do processo comercial de incorporadoras, loteadoras e imobiliárias, que por muito tempo sofreram com um processo lento e burocrático. Elas enxergam no processo digital a chance de eliminar a papelada, centralizar informações e melhorar a comunicação entre todos os agentes da venda.

experiencia-consumidor-para-melhorar-processos

O processo de venda digital não traz benefícios apenas para corretores e gestores, mas também para o cliente final, que tem toda sua jornada de compra facilitada. Segundo a pesquisa, 51% das empresas pensam na experiência do cliente ao planejar estratégias de inovação.

Afinal, o consumidor está cada vez mais exigente, informado e quer que o fechamento do negócio seja rápido e eficiente. Assim, as construtoras e incorporadoras estão repensando processos para surpreender aqueles que sonham em ter a casa própria.

O resultado disso é que 28% das empresas do mercado imobiliário estão inovando em seus canais de venda para fechar mais negócios. Com a pandemia, não dá para vender como antigamente e esperar os mesmos resultados, não é mesmo?

Tripé da transformação digital

Ao falar sobre inovação, não podemos deixar de lembrar do tripé da transformação digital: pessoas, processos e tecnologia. Vamos usar uma analogia bem simples para mostrar o quão importante é ter esses três pontos alinhados.

Uma empresa rumo à transformação digital é como um avião que precisa chegar ao seu destino. O avião representa a tecnologia. E todos sabemos que avião não voa sozinho. Por isso, como em qualquer viagem, é necessário contar com um piloto, o responsável pelo voo. Nesta analogia, o piloto representa o líder da empresa.

Também não é novidade que o piloto precisa de um plano de voo, que define onde o avião quer chegar e como ele chegará ao destino. Ou seja, o piloto precisa ter um processo bem definido para atingir seu objetivo. O plano de voo, então, representa o processo.

Então, se um avião não tem um piloto ou um plano de voo, ele não chegará a nenhum lugar, certo? Assim funciona com a transformação digital: não basta investir em tecnologia se não houver um líder (piloto) atuante e um plano de voo (processo) bem definido. Os três pilares precisam estar alinhados.

pessoas-processos-tecnologia

Tecnologias já aplicadas no setor

Quando o assunto é tecnologia, a pesquisa mostra que sistemas ERPs (como o UAU e o Sienge) são os mais utilizados pelas empresas. Da mesma forma, os dispositivos móveis se destacam, garantindo a mobilidade e eficiência que faltam em processos manuais.

Com o Facilita, por exemplo, corretores possuem todas as informações dos empreendimentos na palma da mão. Além de conseguirem subir documentos dos clientes e enviar propostas do próprio smartphone. Sem necessidade de deslocamento, ligações ou mensagem pelo whatsapp.

Por ser o primeiro aplicativo do mercado imobiliário, o Facilita vem tornando as vendas do setor mais simples, mobile e 100% digital. O app já vem simplificando o processo de mais de 200 empresas em 23 estados do país, com diversos cases de sucesso!

Não deixe de fazer parte desta transformação! Assista nosso vídeo de demonstração ou preencha o formulário abaixo para falar com um de nossos consultores!

A equipe Facilita tem a missão de te ajudar a melhorar processos e se manter atualizado sobre as mudanças do mercado imobiliário. Queremos te ajudar a facilitar seu processo de vendas com conteúdo transformador.

Continue lendo
2 Comments

Comentários

  1. Pingback: Vendas no MCMV dizem muito sobre o futuro do mercado imobiliário – Smartus

  2. Pingback: Mercado imobiliário vive uma das melhores fases de sua história – Smartus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mercado Imobiliário

Nova visualização de empreendimentos com o CRM Facilita

Publicado a

I

Como seria se você pudesse acessar a disponibilidade dos empreendimentos imobiliários da sua construtora com uma visão completamente renovada? Imagine-se imerso em um cenário onde a interação com as disponibilidades supera as expectativas, proporcionando uma experiência fluida e dinâmica. 

Nosso projeto de visualização de empreendimentos não apenas redefine, mas reinventa a maneira como você se conecta com as oportunidades imobiliárias. 

Esteja pronto para acessar um universo de inovação, aliado a um design envolvente e funcionalidades que não apenas aprimoram a experiência do usuário, mas também oferecem uma praticidade sem igual na hora de verificar a disponibilidade. Descubra mais detalhes abaixo e transforme a gestão de vendas de sua equipe com o melhor espelho do mercado imobiliário!

Novas tecnologias impulsionando a mudança

Com a implementação das tecnologias Vue.js no Painel, API V2 e Flutter no Aplicativo, estamos transformando completamente a forma como você visualiza as unidades disponíveis. Essas tecnologias não apenas aprimoram a estética, mas também garantem uma experiência mais fluida e rápida.

Benefícios que você pode esperar

  • Visão mais ampla da implantação: Explore os empreendimentos com uma visão mais ampla e detalhada da imagem de implantação, especialmente desenvolvida para condomínios e loteamentos no Facilita. Agora, essa visualização não só está disponível no painel, mas também no aplicativo, proporcionando uma experiência completa e acessível em qualquer lugar. Confira a imagem abaixo para ter uma prévia dessa funcionalidade inovadora!

  • Espelhos digitais: Elevamos a experiência de visualização com nossos espelhos digitais inovadores, disponíveis tanto na versão vertical quanto horizontal. Carregados de forma inteligente, esses espelhos proporcionam uma representação mais fiel e dinâmica das unidades disponíveis, permitindo uma análise completa e intuitiva para otimizar suas estratégias de venda. Confira a imagem abaixo para ter uma visão mais detalhada desses espelhos inteligentes.

  • Layout Intuitivo e Responsivo: Inovamos com um novo layout que mantém a essência da experiência familiar, mas com uma disposição aprimorada para proporcionar uma visão mais clara e abrangente das disponibilidades. Além disso, agora você pode acessar facilmente a lista completa de unidades, cada uma acompanhada de detalhes específicos que enriquecem a análise. Descubra a praticidade de explorar cada detalhe com o máximo de clareza e eficiência. Confira a imagem abaixo para visualizar a interface aprimorada e os detalhes das unidades disponíveis.

  • Fluidez e Velocidade: Experimente uma navegação mais rápida e uma interface mais fluida, garantindo que você acesse as informações com velocidade e eficiência. Para gestores, isso significa uma gestão simplificada, eliminando a necessidade de passar disponibilidade pelo Whatsapp, gerenciar reservas em planilhas e centralizando a comunicação. Já para os corretores, proporcionamos uma visualização fácil da disponibilidade em qualquer lugar, com uma interface rápida e inteligente que otimiza sua experiência de trabalho. Descubra como essas melhorias podem tornar o processo mais ágil e eficaz para todos os envolvidos.

Sincronização dinâmica com o ERP UAU

Além das melhorias nas visualizações, implementamos a sincronização dinâmica de unidades nos empreendimentos integrados com o ERP UAU. Agora, ao abrir uma visualização, o sistema reconhece automaticamente as unidades criadas ou atualizadas, proporcionando uma experiência livre de reintegrações manuais.

Preparados para o futuro!

Estamos comprometidos em adotar práticas de desenvolvimento focadas em performance, carregando apenas as informações essenciais e solicitando dados conforme suas necessidades. Além disso, as ações de realizar Reservas, Propostas e Simulações foram otimizadas para proporcionar uma experiência ainda mais eficiente.

A questão é, estamos moldando o futuro da visualização de empreendimentos, combinando tecnologia de ponta com design inovador. Este é apenas o começo, e mal podemos esperar para você experimentar a revolução nas visualizações de empreendimentos com o CRM Facilita.

E não para por aí, mantenha-se conectado para mais atualizações! Que saber mais? Fale com nosso time agora mesmo.

Continue lendo

Mercado Imobiliário

Confira as perspectivas para o mercado imobiliário em 2024

Publicado a

I

O mercado imobiliário é um setor dinâmico e influenciado por uma série de fatores econômicos e sociais. À medida que 2023 chega ao fim, é hora de olhar para o futuro e considerar as perspectivas para o mercado imobiliário em 2024. Diversos indicadores e tendências apontam para um cenário positivo, apesar dos desafios persistentes.

A taxa Selic caiu 0,5%, marcando o terceiro corte consecutivo e atingindo 12,25% ao ano, seu menor patamar desde maio de 2022. Embora os juros permaneçam altos, essa redução é favorável para os financiamentos imobiliários. Há expectativa de mais um corte de 0,5% em dezembro, encerrando o ano em 11,75%. Projeções apontam que em 2024 a Selic chegará a 9,25%, indicando uma continuidade na redução dos juros.

Com a crescente transformação digital, o uso de tecnologias como a inteligência artificial e tours virtuais está moldando o setor. A inteligência artificial permite análises precisas de dados, personalização da experiência do cliente e eficiência no atendimento.

Para lhe ajudar nessa preparação, elaboramos este conteúdo que trará insights e tendências para o mercado imobiliário em 2024. Acompanhe!

Vendas imobiliárias nos últimos anos

As vendas imobiliárias nos últimos anos tiveram um desempenho notável. No segundo trimestre de 2023, o setor imobiliário experimentou um aumento significativo de 15,9% nas vendas em comparação com o mesmo período de 2022. Esse crescimento, juntamente com um aumento de 24% nas entregas, é um reflexo da resiliência do mercado, apesar dos desafios econômicos e de crédito que persistem. Os números indicam uma sólida base de crescimento para o próximo ano.

Redução da taxa Selic

Um dos principais impulsionadores das perspectivas otimistas é a redução da Taxa Selic. O Banco Central, em sua última decisão, reduziu a Selic em 0,5%, marcando o terceiro corte consecutivo. Com isso, a taxa atingiu seu menor patamar desde maio de 2022, fixando-se em 12,25% ao ano. Embora os juros ainda permaneçam elevados, essa redução sinaliza um cenário mais favorável para os financiamentos imobiliários em 2024.

A expectativa é que, na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (COPOM) em dezembro, a Selic sofra uma nova queda de 0,5 ponto percentual, encerrando o ano em 11,75%. As projeções do mercado indicam que a Selic deve encerrar 2024 em 9,25% ao ano, demonstrando a perspectiva de continuidade no processo de redução. Isso é uma excelente notícia para aqueles que planejam investir em imóveis ou adquirir financiamentos no próximo ano.

Discussão sobre a correção do FGTS

Outro fator a ser observado é a discussão em andamento sobre a correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A possibilidade de substituir a atual correção pela Taxa Referencial (TR) por um índice de inflação, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ou o IPCA-E, é vista como um desenvolvimento positivo. Especialmente para o setor habitacional popular, essa prolongação das discussões traz alívio e expectativas positivas.

A questão da correção do FGTS é crítica para o setor habitacional, uma vez que o FGTS é uma fonte importante de financiamento para diversas áreas, incluindo habitação, saneamento básico e moradias de interesse social. Embora o governo e as centrais sindicais estejam buscando um acordo para resolver essa questão, ainda não houve sucesso. No entanto, a continuidade das discussões é vista como um ponto positivo para o mercado imobiliário em 2024.

Indicadores de crescimento em 2023

O ano de 2023 foi marcado por um crescimento sólido no mercado imobiliário. Indicadores mensais da ABRAINC-Fipe apontam para uma recuperação notável, com um aumento de 15,9% nas vendas e 24% nas entregas em comparação com o mesmo período de 2022. Esses números refletem a resiliência do setor, apesar dos desafios como os juros elevados e a restrição de crédito no segmento de Médio e Alto Padrão (MAP).

Além disso, o cenário econômico melhorou, influenciado por fatores como a massa salarial e o emprego, proporcionando um impacto positivo no mercado imobiliário. As expectativas para o próximo ano são igualmente otimistas, indicando melhorias nas vendas e preços, especialmente nos segmentos MAP e Minha Casa, Minha Vida (MCMV).

Mudanças nas regras do MCMV

O Ministério das Cidades promulgou a Portaria 1.373/2023, que trouxe alterações nas regras de propostas de empreendimentos habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). Essas mudanças permitem ao Ministério das Cidades suspender temporária ou permanentemente a protocolização de propostas de empreendimentos habitacionais do MCMV junto aos agentes financeiros. O objetivo é garantir uma análise mais criteriosa e melhor aplicação dos investimentos.

Comportamento do consumidor em 2024

O comportamento de compra do consumidor no mercado imobiliário passou por transformações significativas nos últimos anos. Atualmente, os consumidores têm fácil acesso a uma ampla gama de informações relacionadas a imóveis, preços e condições de mercado. Esse cenário torna essencial que os profissionais do setor compreendam as mudanças na jornada do cliente e saibam como fidelizá-lo em cada etapa do processo de compra.

A decisão de adquirir um imóvel é complexa e envolve diversas etapas, desde a busca inicial até a assinatura do contrato. Os consumidores agora têm acesso a uma riqueza de informações online, e os profissionais imobiliários devem se adaptar a essa nova realidade para atender às necessidades em constante evolução de seus clientes. É fundamental estabelecer conexões transparentes com os clientes e fornecer soluções que atendam às suas expectativas.

Preparando-se para um 2024 promissor!

À medida que nos aproximamos de 2024, o mercado imobiliário está pronto para enfrentar um cenário promissor. A redução da Taxa Selic, a discussão contínua sobre a correção do FGTS, os indicadores sólidos de crescimento e as mudanças nas regras do MCMV são fatores que sustentam as perspectivas otimistas. Compreender as tendências emergentes e se adaptar ao novo comportamento do consumidor são essenciais para o sucesso no próximo ano. O mercado imobiliário continuará a desempenhar um papel fundamental na economia brasileira, capitalizando as oportunidades e superando os desafios. Esteja preparado para um 2024 de crescimento e inovação no mercado imobiliário. Fique atento às atualizações e novidades que moldarão o mercado nos próximos meses.

O impacto da tecnologia no mercado imobiliário

Nos últimos anos, a tecnologia se tornou uma peça fundamental nos processos de venda em diversos setores econômicos. O mercado imobiliário, não sendo exceção, busca cada vez mais integrar-se na revolução digital, preparando-se para os desafios e oportunidades de 2024.

Uma pesquisa conduzida pela Brain Inteligência Estratégica revelou um dado surpreendente: mais da metade dos compradores de imóveis no Brasil agora percorre uma extensa jornada digital antes de finalizar suas aquisições. A crescente influência da tecnologia no processo de compra de imóveis está transformando a forma como as pessoas buscam, avaliam e adquirem propriedades.

Nesse cenário, a combinação de técnicas de venda, ferramentas de gestão e sistemas de CRM (Customer Relationship Management) está se tornando uma estratégia de destaque para impulsionar as vendas no setor imobiliário.

Com oportunidades de vendas surgindo constantemente e corretores realizando esforços simultâneos, a organização do fluxo de trabalho é essencial, tornando a automação dos processos comerciais uma busca constante para as construtoras.

O lançamento digital, por exemplo, é uma nova modalidade, que tem funcionado bastante no mercado imobiliário. Com ele, as etapas da venda são digitalizadas, visando mais agilidade e eficiência.

Além disso, o novo perfil do consumidor está fortemente influenciado pela dinâmica acelerada do mercado. Nesse contexto, os corretores precisam ter todas as informações sobre os empreendimentos disponíveis ao alcance de suas mãos para concluir negócios de maneira eficaz. A chave para o sucesso reside em fornecer um atendimento personalizado e ágil, contribuindo para a fidelização do cliente.

O que você achou do conteúdo? Quer se manter atualizado sobre as notícias do mercado imobiliário e estar preparado para o sucesso dos seus lançamentos em 2024? O app Facilita te ajuda! Entre em contado com um de nossos especialistas.

Assine a News do app Facilita e receba gratuitamente no seu e-mail um boletim com as novidades e tendências do setor!

Continue lendo

Mercado Imobiliário

Como a Queda da Selic Afeta o Mercado Imobiliário

Selic cai e mostra espaço para redução de juros nos financiamentos imobiliários

Publicado a

I

A taxa Selic sofreu uma redução de 0,5% em sua última decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM). Esse movimento, que já é o terceiro consecutivo, levou a taxa a seu menor patamar desde maio de 2022, fixando-a em 12,25% ao ano. Embora os juros ainda permaneçam elevados, a redução sinaliza um cenário mais favorável para os financiamentos imobiliários.

A expectativa é que na próxima reunião do Copom, em dezembro, a Selic sofra uma nova queda de 0,5 ponto percentual, encerrando o ano em 11,75%. As projeções do mercado, conforme a pesquisa Focus divulgada semanalmente pelo Banco Central, indicam que a Selic deve encerrar 2024 em 9,25% ao ano, demonstrando a perspectiva de continuidade no processo de redução.

Entretanto, mesmo com a trajetória de queda, ainda existem incertezas que pairam sobre o mercado. A situação das contas públicas no Brasil e as taxas de juros elevadas em economias desenvolvidas podem influenciar o ritmo da redução da Selic. Como afirmou Ieda Vasconcelos, economista da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC):

“As incertezas relacionadas às finanças públicas e as taxas de juros globais podem impedir uma aceleração na redução da Selic”

Portanto, embora haja um cenário otimista, ainda é importante observar esses fatores que podem influenciar o mercado.

Possível impacto positivo da prolongada “novela” da correção do FGTS

A discussão sobre a nova correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) parece que continuará se estendendo por mais tempo. Isso é visto como um desenvolvimento positivo, especialmente para o setor habitacional popular.

Essa prolongação permite que o mercado imobiliário popular mantenha suas expectativas, uma vez que a discussão sobre o FGTS é vista como uma questão crítica para o setor.

O Supremo Tribunal Federal (STF) tem sido palco de discussões sobre a correção do FGTS, incluindo a possibilidade de substituir a atual correção pela Taxa Referencial (TR) por um índice de inflação, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ou o IPCA-E. Essas decisões podem ter impacto direto na remuneração das contas vinculadas ao FGTS.

O governo e as centrais sindicais têm buscado um acordo para resolver essa questão, mas até o momento, não houve sucesso.

A prolongação dessa “novela” traz alívio e expectativas positivas para o setor habitacional popular, que depende do FGTS como fonte de financiamento para diversas áreas, incluindo habitação, saneamento básico e moradias de interesse social.

Valorização do mercado imobiliário em 2023

Em 2023, o mercado imobiliário registrou uma valorização no preço de venda de imóveis residenciais, com uma alta de 4,43% de janeiro a outubro, de acordo com o Índice FipeZAP. O município de São José, em Santa Catarina, liderou esse movimento com uma valorização de 17,11% no preço dos apartamentos. Mesmo com essa alta, Balneário Camboriú ainda mantém sua posição como a cidade com o metro quadrado mais valorizado do Brasil.

Essa valorização é observada em diversos municípios de Santa Catarina, com Florianópolis liderando o ranking das cidades que mais se valorizaram. O crescimento populacional e o investimento em infraestrutura têm impulsionado o mercado imobiliário na região. São Paulo, que historicamente liderou o ranking de imóveis caros, agora ocupa a quinta posição devido ao rápido desenvolvimento urbano e ao perfil dos imóveis.

Mudanças nas regras do MCMV

O Ministério das Cidades promulgou a Portaria 1.373/2023, que traz alterações nas regras de propostas de empreendimentos habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). Essa medida traz mudanças nas regras de contratação de empreendimentos habitacionais e estabelece a meta de contratação para a linha de provisão subsidiada de unidades habitacionais novas em áreas urbanas.

Essas mudanças permitem que o Ministério das Cidades suspenda temporária ou permanentemente a protocolização de propostas de empreendimentos habitacionais do MCMV junto aos agentes financeiros. Isso busca garantir uma análise mais criteriosa e melhor aplicação dos investimentos.Como podemos observar, o mercado imobiliário em 2023 enfrenta um cenário de redução da taxa Selic, promulgação da discussão sobre a correção do FGTS, valorização de imóveis em diversas cidades e mudanças nas regras do MCMV.

Em meio a essas pautas, o setor permanece otimista e atento às mudanças, aguardando possíveis surpresas positivas no ano de 2024. Agora, é essencial manter-se atento a essas tendências e decisões para garantir o sucesso no mercado imobiliário em 2024. Não perca nenhuma atualização! Cadastre-se em nossa Newsletter e receba conteúdos como este diretamente em sua caixa de entrada de e-mail.

Continue lendo

mais acessados do Blog

pt_BRPortuguese