Conecte-se conosco

Mercado Imobiliário

Tecnologia, pessoas e otimização de processos no mercado imobiliário

Publicado a

I

otimização de processos

Para uma das maiores empresas de tecnologia em vendas no setor imobiliário, os elementos tecnologia, pessoas e otimização de processos são, normalmente, descritos como um tripé, com bases igualmente relevantes. Ou seja, se um dessas variáveis ficarem desequilibradas em relação às outras, a estrutura da empresa pode perder em escalabilidade. 

Contudo, nos dias de hoje, temos conhecimento que a importância de cada um deles pode não ser exatamente a mesma, mas que é imperativo buscar um equilíbrio para que todos os elementos interajam com eficiência para o crescimento da sua construtora.

Nesse sentido, ao invés de pensarmos a estrutura como um tripé, podemos pensar como engrenagens de diferentes tamanhos. Nesse caso, cada engrenagem tem sua vital importância para que a estrutura realmente funcione, mesmo que individualmente o investimento em cada uma delas seja menor ou maior.

Mas, por onde começar?

É exatamente por isso que resolvemos elaborar este artigo! A seguir, você vai entender como a otimização de processos por meio da tecnologia é essencial para a produtividade das pessoas e para o sucesso das vendas no mercado imobiliário! Acompanhe:

Tecnologia, mas sem otimização de processos, é possível?

Atualmente, o mercado enfrenta o grande desafio de produzir cada vez mais sem aumentar seus gastos. E as construtoras sem sombras de dúvidas não ficam de fora desse cenário. Mas aí surge a dúvida: mas como? A resposta é simples: é preciso otimizar processos!

Como o avanço cada vez maior da Transformação Digital no mercado imobiliário, as empresas estão preocupadas em adotar soluções tecnológicas, mas o fato é que se essa adoção não for realizada de forma planejada e sem os processos adequados o objetivo final tem grandes chances de não ser alcançado.

Ou seja, se o processo for confuso, com a implementação da tecnologia, isso ficará ainda mais evidente. Em contrapartida, se o processo é claro e bem definido, a tecnologia ajudará a construtora a ganhar em escalabilidade.

Além disso, é preciso contar com as pessoas certas em sua equipe! Entenda abaixo o porquê:

Por que as pessoas são tão importantes na otimização de processos?

Ter a tecnologia pela tecnologia não traz nenhum benefício para a empresa. Ou seja, da mesma forma, não faz sentido adotar as melhores soluções tecnológicas, sem as pessoas com o mindset adequado para se engajarem no processo.

Dessa forma, é essencial que os componentes do time da empresa tenham algumas importantes características, como: vontade de solucionar problemas, buscar resultados e o principal: atitude para não deixar a falta de conhecimento ou ausência de ferramentas impedir que o trabalho seja realizado.

Dito isso, é importante ressaltar que as melhores soluções tecnológicas do mercado valorizam as conexões entre as pessoas. Por exemplo, enquanto muitas empresas de tecnologia voltadas para o mercado imobiliário possuem como escopo eliminar o corretor de imóveis do processo de vendas, outras fazem o movimento contrário – incluem o corretor de imóveis no processo.

Agora, confira abaixo algumas dicas para otimizar processos em sua construtora:

Passo 01- Localize possíveis pontos de melhoria

A primeira etapa é  identificar o que deve ser melhorado e o que está travando a evolução do negócio deixando os clientes insatisfeitos ou os colaboradores desmotivados. Na sequência, é o momento de entender como colocá-los a favor da organização.

Para isso, levante algumas questões:

– Qual deve ser o escopo final desse processo?

– Onde esse processo inicia e onde ele é finalizado?

– Que tarefas participam de forma efetiva do processo?

– Quais equipes, setores e pessoas fazem parte dele?

Passo 02- Pause tudo e repense toda a otimização de processos

Depois de identificar qual procedimento precisa ser melhorado e como realmente eles funcionam, é o momento de realmente estudar a fundo o processo. Nessa etapa, é essencial priorizar alguns questionamentos, como, por exemplo:

– Há uma forma melhor de realizar o processo?

– Qual parte do processo é falho?

– Entre outros.

É imprescindível analisar todas as questões com perspectivas macro e micro. Assim, repensando desde como é feito o primeiro contato com o lead, como é realizado o envio de proposta, o tempo de retorno do atendimento até a compreensão do que realmente encanta o cliente, entre outros.

Passo 03- Implemente as mudanças necessárias

Esse seguramente é o passo mais sensível na otimização de processos. No entanto, é imperativo contar com a colaboração de todos os colaboradores, desde o início, para implementar as mudanças definidas.

Dessa forma, será possível reunir as informações mais importantes, avaliar com cautela os resultados e avaliar se as melhoras foram ou não foram assertivas.

Passo 04- Conte com o apoio da tecnologia para a otimização de processos

Contar com a tecnologia para automatizar processos e, consequentemente, otimizá-los, é aposta mais assertiva. Porém, é necessário ter como o apoio um software específico de gestão de vendas para construtoras de fácil utilização e que permita:

– Integração entre marketing e vendas;

– Geração de relatórios de gestão com informações precisas e confiáveis;

– Acompanhamento do funil de vendas;

– Fluxo de atividade entre as pessoas;

Entre outros.

No mercado, você encontra diversas soluções tecnológicas específicas para o mercado imobiliário, porém a maioria delas não oferece uma adaptação ao processos das empresa. Por isso, é importante ter em mãos um bom app mobile que se adapte aos processos da empresa (etapas, fluxos e responsáveis) e que ainda permita gerir todo o processo de vendas digital: da abertura até o fechamento da venda. 

Além disso, por meio de sistemas que concentrem todo o processo de vendas, você tem mais controle e segurança para gerir os seus colaboradores. E, para os clientes, isso pode se traduzir em mais agilidade e conveniência.

Por exemplo: sabia que esse tipo de sistema, que pode ser acessado diretamente do celular ou painel web, permite o envio de documentos e propostas pelo próprio smartphone? Economia na abordagem e no relacionamento com o cliente, ao passo que os corretores terão todas as etapas do processo de vendas municiadas pelo software.

Não à toa, soluções de CRM são fundamentais para aprender — e reaprender — como vender imóveis em pleno contexto da Era Digital da qual somos testemunhas.

Viu como é importante priorizar a otimização de processos na sua empresa? Gostou do artigo de hoje? Ele foi útil para você? Conte para a gente nos comentários abaixo! E não deixe de acessar o nosso conteúdo sobre os principais desafios na gestão de atendimento no mercado imobiliário!

Continue lendo
Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mercado Imobiliário

Os principais ensinamentos do mercado imobiliário de Alto Padrão de Nova York e Dubai: Live com Sergio Langer

Publicado a

I

O evento “Os principais ensinamentos do mercado imobiliário de Alto Padrão de Nova York e Dubai” aconteceu na tarde do dia 18 de agosto, transmitida pelo youtube do App Facilita, de modo 100% online e gratuito para construtoras, incorporadoras, loteadoras, imobiliárias e corretores que atuam ou desejam atuar no alto padrão.

A live contou com a participação do Sergio Langer, idealizador da “Missão Alto Padrão & Luxo”, além de criador e apresentador do “Vem pra mesa”, o podcast n. 1 do mercado imobiliário. 

Para fechar a mesa, Glauco Farnezi, fundador e CEO do App Facilita, trouxe sua experiência com mais de 18 anos de trabalho no mercado imobiliário ajudando construtoras, incorporadoras, loteadoras e imobiliárias a terem um processo de vendas simples, mobile e 100% digital.

O bate-papo trouxe estratégias e insights sobre como funciona o segmento de alto padrão, discutindo o comportamento está a venda de imóveis de alto padrão no Brasil?

  • Universo do alto padrão: O que os clientes procuram?
  • Principais estratégia de Marketing para esse nicho
  • O que fazer antes de lançar um empreendimento de alto padrão?
  • Qual o perfil dos corretores de imóveis de alto padrão?

A conversa também permeou sobre a imersão da “Missão Alto Padrão & Luxo”, onde são aplicadas conteúdos lições práticas com as principais referências  desse mercado. Uma imersão que conta com visitas aos principais empreendimentos de luxo do mercado de São Paulo e workshops ministrados por especialistas da área.

Confira o que rolou no evento:

Continue lendo

Mercado Imobiliário

Saque do FGTS tem efeito incerto na economia

Publicado a

I

Nos últimos dias temos visto movimentações no mercado imobiliário sobre os efeitos do saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, popularmente conhecido pela sigla FGTS. Figuras como Luiz Antonio França, presidente da Associação de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC) apontam que esse tipo de medida não vai promover o crescimento do Brasil. 

De modo geral, o setor enxerga que o estímulo paliativo à crise gerada pela pandemia traz alívio momentâneo, mas tem efeito incerto na economia. Acompanhe os detalhes neste artigo!

Afinal, por que o FGTS interfere na economia?

Sabemos que o FGTS foi criado, em síntese, visando a proteção do trabalhador em situações de demissão sem justa causa, mantendo uma reserva na Caixa Econômica Federal, sendo esse valor descontado do salário mensal do contribuinte.

Com o tempo uma série de critérios para saque do FGTS foram criadas, tendo por principais: casos de demissão sem justa causa, doenças graves e compra da casa própria.

Além disso, o governo passou a permitir “saque aniversário e saque emergencial”, essa ação freia a alta inflação sendo considerada pilar de sustento de investimentos em serviços públicos, entretanto tende a incertezas na economia apontando ser de curta duração.

O presidente da ABRAINC, Luiz Antonio França, aponta:

“São esses recursos que sustentam os investimentos nos serviços públicos que atendem principalmente a população de baixa renda, sem a necessidade de investimento estatal, além de responderem pela geração de dois milhões de empregos ao ano”

França, salienta ainda: 

“Se o que desejamos é um país mais igualitário, não podemos omitir dos argumentos sobre a destinação desse recurso que ele também segue regras claras de uso, permitir a continuidade de projetos sociais que o governo não tem como arcar sem essa fonte”

Temos acompanhado que, principalmente pelo agravante da crise econômica e sanitária provocada pela pandemia, muitas famílias estão com grandes dificuldades para atender até mesmo as necessidades mais básicas.

Como reflexão é importante voltarmos o olhar para a questão de que reeditar medidas do FGTS vem a ser uma solução paliativa, mas não resolve a problemática da economia do país.

Como fica o saneamento básico e infraestrutura urbana?

A ampliação dos objetivos da Lei 13.932/2019 que regulamenta o FGTS, preocupa a geração de trabalho e receita orçamentária de municípios que não possuem fundos para substituir o aporte financeiro do FGTS. 

Além disso, a ausência de investimento pode interferir no programa habitacional Casa Verde e Amarela (CVA), o qual tem como função social viabilizar melhores condições de vida para brasileiros de baixa renda.

Atualmente o segmento CVA tem se destacado no mercado imobiliário, que com as recentes alterações no texto da medida provisória 1.107/22 ampliou o prazo máximo de financiamento (30 para 35 anos). Nesse meio tempo os depósitos do FGTS realizados por parte dos empregadores servem de garantia nas prestações de financiamentos imobiliários. Essa iniciativa mostra que a construção civil é uma peça importante nessa retomada da economia.

O cenário para as construtoras

Independentemente da decisão final em relação ao aporte do FGTS, o mercado imobiliário segue sendo um pilar para sustentar a economia brasileira. O setor já demostrou sua importância e se mantem em crescimento mesmo com a alta da inflação e a crise em um contexto geral. 

Para o incorporador, é importante avaliar os processos que já vem sendo adotados nas vendas imobiliárias e que estão surtindo efeitos positivos. Nesse sentido, podemos destacar a importância da tecnologia como aliada na gestão imobiliária, trazendo soluções para otimização do processo da venda de imóveis.

O que você achou do conteúdo? Quer se manter atualizado sobre as notícias do mercado imobiliário? Assine a News do App Facilita e receba gratuitamente no seu e-mail um boletim semanal com as novidades e tendências do setor!

Continue lendo

Mercado Imobiliário

Decreto gera polêmica e é revogado no dia seguinte: e agora corretor?

Publicado a

I

Um novo decreto foi publicado no dia 9 de agosto pelo presidente da república Jair Bolsonaro, tratava-se de uma medida para redução de custos relacionados às atividades do mercado imobiliário associadas a compra, venda e locação de imóveis. 

O Decreto nº 11.165, altera a Lei nº 6.530 promulgada em 1978, que diz sobre a regulamentação da profissão de corretor de imóveis. O documento já estava em vigor e determinava que algumas atividades não seriam mais exclusivas aos profissionais corretores de imóveis. 

A mudança gerou polêmica no setor e fez com que muitos associados do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) se questionassem sobre os efeitos dessa decisão para a profissão. Diante da repercussão, a medida foi revogada em menos de 24 horas depois da promulgação.

Mas até que ponto os corretores podem ser afetados? Será esse o fim da profissão como conhecemos hoje? Continue a leitura deste artigo e confira mais detalhes!

O que mudaria com o Decreto?

O Decreto nº 11.165 sancionado na última terça-feira (09/08), alterou o Decreto nº 81.871 de junho de 1978, o qual regulamenta a Lei nº 6.530 de maio do mesmo ano. 

A medida modificou a regulamentação da profissão de Corretor de Imóveis, flexibilizando atividades que antes, em conformidade com a legislação, eram exercidas somente por profissionais devidamente registrados no Creci.

A contar da data de publicação do decreto passaram a vigorar novas regras nas intermediações das ações de negociações associadas a compra, venda e locação de imóveis.

Conforme descrito no Art. 2º, serviços chamados “auxiliares” não competiriam mais exclusivamente aos corretores licenciados, descritos nos incisos I, II, III, IV. São eles:

I – publicidade ou marketing imobiliário;

II – atendimento ao público;

III – indicação de imóveis para intermediação;

IV – publicação, hospedagem em sítio eletrônico ou divulgação na internet de imóveis à venda ou para locação.

A justificativa é que a mudança viria para promover segurança jurídica e reconhecimento frente às inovações do setor, gerando também, diminuição da burocracia e maior receita ao reduzir custos nas transações imobiliárias. 

Ainda, o texto tornava excludente tabelas para definição de valores cobrados no exercício da corretagem de duas atribuições, adequado ao Art 3º é dada abertura à livre negociação de honorários. 

Repercussão do Decreto e opinião do Cofeci

Houve pronunciamento por parte  do presidente do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci), João Teodoro, que se colocou totalmente indignado com a promulgação do decreto Decreto de nº 11.165, o qual coincidiu com a data de realização do Encontro Brasileiro do Mercado Imobiliário, evento mais conhecido pela sigla ENBRACI. 

O Cofeci enxergou que tal medida foi uma afronta à categoria de trabalho e o presidente da entidade chegou a pronunciar em público que a ação se tratava de “canalhice”.

Diante da grande repercussão negativa, em menos de 24 horas depois o decreto foi revogado pelo presidente da república. As medidas que haviam sido aprovadas favoreciam empresas da construção civil do Sindicato da Habitação na Internet (Secovi). 

Além disso,  as plataformas digitais imobiliárias também seriam beneficiadas diretamente, visto que haveria dispensa da obrigatoriedade de registro no Creci em atividades “auxiliares”, como mencionado anteriormente.

O que você achou do conteúdo? Quer se manter atualizado sobre as notícias do mercado imobiliário? Assine a News do App Facilita e receba gratuitamente no seu e-mail um boletim semanal com as novidades e tendências do setor!

Continue lendo

mais acessados do Blog

pt_BRPortuguese