Conecte-se conosco

Mercado Imobiliário

Sua equipe comercial pode evitar o distrato de imóveis!

Publicado a

I

O distrato de imóveis causa prejuízos para construtoras e incorporadoras, principalmente durante a fase de lançamento dos empreendimentos. Mesmo após todo o esforço dos corretores, bons negócios podem ser perdidos e evitar que isso aconteça é fundamental para garantir bons resultados.

Depois de conduzir um consumidor ao longo de toda jornada de compra, seria uma pena perder uma venda depois de assinado o contrato, não é? Apesar de existirem muitos fatores que podem levar ao distrato de imóveis, você ainda pode preparar sua equipe para reduzir ao máximo essas situações.

Neste artigo vamos entender melhor como sua equipe comercial pode evitar o distrato de imóveis. Confira!

O que é distrato de imóveis?

O distrato é a rescisão do contrato de compra do imóvel. Ou seja, mesmo após finalizada a negociação e oficializada a operação, ocorre um cancelamento do negócio. Geralmente é uma situação que ocorre quando o cliente desiste da compra por algum motivo.

Os distratos de imóveis são ainda mais comuns quando falamos sobre  empreendimentos no lançamento ou de imóveis na planta. Nessas situações, o cliente pode optar por cancelar o contrato após efetuar o pagamento da entrada.

Em 2018 surgiu uma lei do distrato para prever as consequências de quando alguém desiste da compra do imóvel – incluindo condições em que o distrato pode ocorrer e a porcentagem que cada um dos lados deve arcar, como a multa e demais taxas.

Entretanto, é importante ressaltar que a solicitação do cancelamento do contrato pode ocorrer somente antes da entrega do imóvel finalizado. Se o comprador optar pela desistência após este momento, o procedimento segue outras normas.

Como o distrato prejudica as construtoras?

Mesmo com previsões de penalidades para os compradores que desistem da compra, o distrato de imóveis causa muitos prejuízos para as construtoras e incorporadoras. Além de deixar de receber o valor da venda do imóvel, será preciso investir o tempo e recursos do setor comercial para encontrar novos compradores.

Porém, os problemas podem se tornar ainda mais graves: para construtoras que vendem imóveis na planta como uma forma de financiar o desenvolvimento do projeto, cada distrato de imóveis pode comprometer uma parte do capital que seria necessário para dar seguimento ao projeto.

Trata-se de um efeito em cascata que pode comprometer o andamento de projetos inteiros por problemas financeiros. Afinal, é preciso que as vendas sejam fechadas para que a construção siga o cronograma traçado.

Imagine uma construtora que precisa lidar com vários distratos de imóveis e enfrenta dificuldades para obter os recursos necessários para cumprir com cada etapa da construção no prazo. Esses atrasos na entrega do projeto podem levar a novas desistências – deixando a construtora exposta a pagar multa aos compradores caso o atraso ultrapasse 6 meses da data prevista em contrato.

6 dicas para evitar o distrato de imóveis

São muitos os fatores que podem levar ao distrato de imóveis – e alguns deles estão fora do controle da sua construtora. Porém, os esforços da equipe comercial podem contribuir para reduzir ao máximo essas situações.

Veja algumas dicas que vão ajudá-lo a evitar o distrato de imóveis:

1. Entenda os motivos dos distratos

Quais são os principais motivos que levam ao distrato de imóveis? O simples conhecimento das razões que estão levando os consumidores à desistência pode ser sua principal arma para combater essas situações. Afinal, torna-se possível orientar a equipe comercial a agir de forma proativa para evitar que esses casos aconteçam.

2. Estruture um pós-venda de qualidade

Muitas construtoras e incorporadoras pecam por relaxar após a assinatura do contrato de venda de um imóvel e não fazem um atendimento pós-venda. Mesmo depois de levar o consumidor ao momento da compra, é importante garantir um suporte de qualidade e manter um bom relacionamento – diminuindo as chances de distrato.

3. Preze pela qualidade em todo o processo de venda

Quando todo o processo de venda ocorre com eficiência, são muito menores as chances de distrato de imóveis. Isso acontece porque todas as ações são pensadas no fechamento de bons negócios – incluindo a qualificação dos clientes para compreender suas reais necessidades e atendê-las.

Quando os corretores são bem-sucedidos em conduzir os clientes até a compra ideal, a satisfação entregue também é elevada – reduzindo situações de distrato. Além disso, isso facilita a identificação de possíveis compradores que logo tentariam se desfazer do contrato.

4. Seja compreensível e prestativo

Em alguns casos, a sua equipe comercial pode atuar ativamente para convencer o cliente a desistir do distrato. Ao buscar compreender os motivos que estão levando a essa decisão e buscar uma negociação favorável para ambas partes, pode ser possível contornar as objeções.

5. Garanta a transparência no momento da venda

Imagine que você feche um contrato para a compra de um imóvel. Porém, depois de algumas semanas, você nota que algumas informações do contrato estão em desacordo com o que foi combinado verbalmente. São grandes as chances de que você fique insatisfeito e busque o distrato, não é?

Por essa razão, é importante instruir a equipe comercial para que eles sejam sempre transparentes. Tudo o que for acordado com o consumidor também deve estar presente no contrato. Omitir informações importantes pode aumentar o número de distratos – além de causar várias outras complicações.

6. Explique para o cliente como o distrato funciona

Por fim, também pode ser uma boa ideia transmitir ao cliente as principais informações sobre o distrato de imóveis para evitar complicações mais tarde. Ele precisa saber de fatores relevantes a respeito da lei do distrato, como:

– Tempo de arrependimento de 7 dias após a compra;

– Valor da multa em caso de distrato, que pode ser entre 25% e 50% do valor total pago até o momento, dependendo do tipo de empreendimento;

– Possibilidade de escapar da multa, caso consiga alguém para assumir a dívida do imóvel, com a aprovação da construtora.

Gostou das dicas para que sua equipe comercial evite o distrato de imóveis? Quais dessas medidas você já adota na sua construtora? Deixe o seu comentário.

A equipe Facilita tem a missão de te ajudar a melhorar processos e se manter atualizado sobre as mudanças do mercado imobiliário. Queremos te ajudar a facilitar seu processo de vendas com conteúdo transformador.

Continue lendo
Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gestão

Como organizar a gestão e aumentar a produtividade: um guia para gestores

Soluções inteligentes para superar a desorganização e ganhar eficiência operacional e estratégica.

Publicado a

I

Gerenciar uma construtora ou incorporadora pode ser uma tarefa desafiadora, especialmente quando se trata de lidar com a desorganização, a falta de tempo e a ansiedade relacionada às operações diárias. Para muitos gestores, a sensação de estar constantemente perdido pode ser esmagadora, afetando não apenas sua produtividade, mas também o desempenho geral da empresa.

Neste artigo, vamos explorar estratégias eficazes para organizar a gestão, começando por identificar as áreas prioritárias, entender por onde começar e apresentar ferramentas que podem ajudar os gestores a superar os desafios comuns enfrentados no dia a dia. Vamos mergulhar fundo nas dores relatadas pelos gestores e oferecer soluções práticas para colocar as coisas no lugar e aumentar a produtividade. Vamos lá!

Como organizar a gestão: por onde começar?

Para muitos gestores, o primeiro passo para organizar a gestão é identificar as áreas que mais contribuem para a desorganização e a falta de eficiência. Isso pode incluir 3 pontos principais:

  • Centralização de Informações: Muitas vezes, as informações críticas sobre empreendimentos, clientes e vendas estão dispersas em vários sistemas ou planilhas, dificultando o acesso e a tomada de decisões rápidas.
  • Gestão de Equipe: A falta de comunicação eficaz e de uma estrutura clara de responsabilidades pode levar a atrasos e duplicações de esforços, prejudicando a produtividade da equipe.
  • Controle de Vendas e Atendimento: A falta de visibilidade sobre o progresso das vendas, o status dos leads e o desempenho da equipe de atendimento pode resultar em perda de oportunidades e insatisfação do cliente.

Quais atividades priorizar?

Ao organizar a gestão, é importante priorizar atividades que ofereçam o maior impacto e retorno sobre o investimento de tempo e recursos. Algumas áreas que os gestores devem considerar priorizar incluem:

  • Implementação de um CRM: Uma solução de CRM (Customer Relationship Management) pode ajudar a centralizar todas as informações relacionadas aos clientes, empreendimentos e vendas, proporcionando uma visão holística do pipeline de vendas e facilitando a comunicação interna.
  • Automatização de processos: Identifique tarefas repetitivas ou manuais que consomem tempo e recursos preciosos e busque soluções de automação para simplificar esses processos. Isso pode incluir o envio automático de e-mails, a geração de relatórios automatizados e a criação de fluxos de trabalho padronizados.
  • Treinamento da equipe: Investir no desenvolvimento da equipe é fundamental para aumentar a eficiência operacional e garantir que todos estejam alinhados com os objetivos e processos da empresa. Ofereça treinamentos regulares sobre o uso de ferramentas e sistemas, bem como técnicas de vendas e atendimento ao cliente.

Quais ferramentas podem ajudar?

Existem várias ferramentas disponíveis no mercado projetadas especificamente para ajudar os gestores a organizar suas operações e aumentar a produtividade. Algumas opções populares incluem:

  • CRM Personalizado: Opte por uma solução de CRM que atenda às necessidades específicas do mercado imobiliário, oferecendo recursos como gestão de leads, automação de marketing, acompanhamento de vendas e relatórios personalizados.
  • Plataforma de Gestão de Vendas: Uma plataforma dedicada à gestão de vendas pode fornecer uma visão abrangente do pipeline de vendas, permitindo que os gestores monitorem o progresso das vendas, identifiquem áreas de melhoria e tomem decisões informadas.
  • Ferramentas de Comunicação e Colaboração: Utilize ferramentas de comunicação e colaboração, como Slack, Microsoft Teams ou Google Workspace, para facilitar a comunicação interna, compartilhar documentos e coordenar projetos entre os membros da equipe.

Organize a gestão!

Organizar a gestão pode parecer uma tarefa assustadora, mas com a abordagem certa e as ferramentas adequadas, os gestores podem superar a desorganização, aumentar a eficiência operacional e impulsionar o sucesso da empresa. Ao identificar as áreas prioritárias, priorizar atividades-chave e utilizar ferramentas inteligentes, os gestores podem transformar sua empresa em uma máquina bem oleada e produtiva.

Se você é um gestor em busca de soluções para suas dores de desorganização, falta de tempo e ansiedade operacional, não hesite em explorar as opções disponíveis e implementar mudanças positivas em sua empresa. A organização é a chave para o sucesso, comece hoje mesmo!

Continue lendo

Mercado Imobiliário

Panorama de Vendas da Incorporação e Loteamentos

Publicado a

I

Você já se perguntou quais são os segredos por trás do sucesso no mercado imobiliário? Quais estratégias e insights impulsionam as vendas de incorporações e loteamentos? Recentemente, tivemos o prazer de sediar um webinar exclusivo que ofereceu acesso privilegiado aos resultados e perspectivas mais recentes sobre esse setor em constante evolução. Junte-se a nós enquanto exploramos os principais destaques do webinar “Panorama de Vendas da Incorporação e Loteamentos”, uma iniciativa colaborativa organizada pela Facilita Vendas em conjunto com a Brain Inteligência Estratégica, CUPOLA e DNA de Vendas.

Participantes do  Webinar

Durante o webinar, os participantes tiveram a oportunidade única de ouvir e interagir com especialistas do setor, incluindo:

  • Glauco Farnezi, CEO da Facilita Vendas
  • Guilherme Werner, Sócio-Consultor da Brain Inteligência Estratégica
  • Lucia Haracemiv, CEO da DNA de Vendas
  • Kariny Martins, Sócia da CUPOLA

Esses líderes de mercado compartilharam suas perspectivas, experiências e insights sobre as tendências atuais, desafios enfrentados e oportunidades emergentes no mercado de incorporação e loteamentos.

Destaques do Webinar

Durante o webinar, os participantes tiveram acesso exclusivo aos resultados do “Panorama de Vendas da Incorporação e Loteamentos”, uma pesquisa abrangente que oferece uma visão detalhada do mercado imobiliário. Alguns dos principais destaques incluíram:

  • Tendências de mercado: Os especialistas discutiram as tendências mais recentes no mercado imobiliário, destacando áreas de crescimento e oportunidades emergentes para incorporadores e loteadores.
  • Desafios enfrentados: Foram abordados os desafios comuns enfrentados pelos profissionais do setor, desde a gestão de leads até a estruturação de equipes de vendas e o cumprimento das regulamentações, como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).
  • Estratégias de sucesso: Os participantes receberam insights valiosos sobre as estratégias mais eficazes para impulsionar as vendas, incluindo o papel fundamental da tecnologia, a importância do pré-atendimento e a análise avançada de dados.
  • Benchmarking: O webinar ofereceu uma oportunidade única para os participantes realizarem benchmarking com os resultados apresentados, permitindo que comparassem seu desempenho com as métricas e práticas exemplares identificadas na pesquisa e, disponibilizando o relatório do Panorama completo, gratuitamente.

Panorama de Vendas da Incorporação e Loteamentos

O relatório do “Panorama de Vendas da Incorporação e Loteamentos” foi uma iniciativa colaborativa organizada pela Facilita Vendas em conjunto com a Brain Inteligência Estratégica, CUPOLA e DNA de Vendas. Essas empresas líderes uniram forças para fornecer uma análise abrangente e especializada do mercado imobiliário, oferecendo insights valiosos para profissionais do setor.

Para ter acesso ao relatório completo do “Panorama de Vendas da Incorporação e Loteamentos”, que inclui o Benchmarking de vendas feito com mais de 260 gestores comerciais de incorporadoras e loteadoras em todo o Brasil, clique no botão:

O Webinar “Panorama de Vendas da Incorporação e Loteamentos” foi (e ainda é, assista clicando aqui) uma oportunidade imperdível para profissionais do mercado imobiliário obterem insights exclusivos, compartilharem conhecimentos e se manterem atualizados sobre as tendências mais recentes do setor. Agradecemos a todos os participantes e especialistas que contribuíram para tornar este evento um sucesso e esperamos continuar oferecendo conteúdo relevante e informativo no futuro.

Mantenha-se conectado conosco para futuras atualizações e eventos do setor imobiliário. Estamos comprometidos em fornecer as ferramentas e informações necessárias para impulsionar o seu sucesso no mercado de incorporação e loteamentos. Que tal experimentar o Fácil? Facilita!

Continue lendo

Mercado Imobiliário

Selic cai para 10,75%, mas imóveis tendem a subir: O que isso significa?

Publicado a

I

O Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou mais uma redução na taxa básica de juros, a Selic, deixando-a em 10,75% ao ano. Essa é a sexta queda consecutiva, trazendo a taxa de volta ao patamar de fevereiro de 2022. A decisão foi unânime e alinha-se às expectativas do mercado financeiro.

No entanto, há uma nuance interessante nesta redução. O Banco Central sinalizou uma possível desaceleração no ritmo de cortes, indicando que a próxima redução, prevista para maio, poderá ser de mesma magnitude, e não necessariamente seguirá o padrão das últimas reduções. Essa mudança de tom reflete a necessidade de maior flexibilidade diante do cenário econômico atual.

Embora a queda da Selic seja uma boa notícia para quem busca crédito mais barato, ela pode ter um impacto surpreendente no mercado imobiliário. Especialistas apontam que, com a redução dos juros, os preços dos imóveis tendem a subir.

Por que os imóveis tendem a subir?

Quando os juros estão em queda, o custo de financiamento de imóveis também diminui. Isso pode incentivar mais pessoas a buscar financiamentos e investir no setor imobiliário. Como resultado, a demanda por imóveis aumenta, o que, por sua vez, pode levar a um aumento nos preços.

Além disso, a redução da Selic torna outras formas de investimento menos atrativas, levando os investidores a buscar alternativas, como o mercado imobiliário, que historicamente oferece retornos sólidos a longo prazo.

Diante desse cenário, é importante considerar aproveitar os preços relativamente mais baixos dos imóveis agora, pois há expectativas de aumentos expressivos à medida que os juros continuam a diminuir.

É válido lembrar também que a queda nos juros pode tornar mais vantajosa a portabilidade de financiamentos imobiliários, possibilitando a troca por taxas mais atrativas.

Continue lendo

mais acessados do Blog

pt_BRPortuguese