Conecte-se conosco

Recursos

Tudo o que você precisa saber sobre a assinatura eletrônica no mercado imobiliário

Publicado a

I

Atualmente, o maior desafio das empresas do mercado imobiliário é oferecer a melhor experiência para os clientes. O consumidor quer agilidade e simplicidade na jornada de compra, e por que não utilizar ferramentas que facilitem esse processo, como a assinatura eletrônica?

Com a busca constante para oferecer essa melhor experiência, a assinatura eletrônica no mercado imobiliário é um ótimo exemplo de como construtoras, incorporadoras e imobiliárias podem encantar clientes e, consequentemente, vender mais.

Isso porque assinatura eletrônica é uma solução que visa diminuir o tempo gasto com processos burocráticos da compra de um imóvel. Assim facilitando a vida do cliente, que pode finalizar a venda de maneira mais dinâmica, sem precisar se deslocar frequentemente até a imobiliária ou cartórios para assinar o contrato.

Nesse texto vamos conhecer melhor essa tecnologia e entender como a assinatura eletrônica pode agilizar o ciclo de vendas do mercado imobiliário, além de evitar distratos. Confira!

Afinal, o que é a assinatura eletrônica no mercado imobiliário?

Primeiramente, antes de saber como funciona a assinatura eletrônica no mercado imobiliário, é preciso entender os diferentes tipos de assinaturas, sendo possível utilizar a simples, avançada e qualificada.

Na pandemia, o Brasil passou por uma grande revolução no meio eletrônico, as assinaturas eletrônicas passaram a ser usadas de maneira mais efetiva nas relações de contratos ou entregas para pessoa natural uma pessoa jurídica. Nesse sentido, a Lei n° 14.063, de 23 de setembro de 2020 é um marco importante no meio legislativo brasileiro, pois regulamenta novas formas de assinaturas eletrônicas.

Em meio às adversidades impostas, a pandemia trouxe uma aceleração na revolução tecnológica de processos comerciais. Assim, com o surgimento da necessidade acelerada de mudança cultural, gestores do mercado imobiliário têm buscado soluções para otimizar o processo de vendas.

A assinatura eletrônica é a solução ideal para o mercado imobiliário, trazendo mais agilidade, praticidade e economia de custos. Além de contar com um processo confiável, juridicamente assegurado durante as transações.

Ela pode ser utilizada em diversos documentos, como Contrato de Compra e Venda (CCV), pois possui valor legal. Sendo composta por identificação e autenticação do autor da assinatura, comprovação da integridade do documento assinado e o respectivo registro.

Com a vigoração da Lei n° 14.063 dispondo sobre o uso de assinaturas eletrônicas, as antes denominadas assinaturas digitais agora são assinaturas qualificadas. Isso trouxe um padrão de robustão maior, com entrega realizada por autoridades certificadoras credenciadas na ICP-Brasil ou Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira.

A assinatura eletrônica ajuda o setor a simplificar processos, principalmente no que diz respeito ao fechamento das vendas, pois é prática, de baixo custo e ainda diminui o ciclo de venda das empresas. Logo, a construtora, incorporadora ou imobiliária que apostarem nessa solução aumentarão a possibilidade de destaque em meio a concorrência, com uma crescente probabilidade de fechar com cada vez mais clientes. 

A assinatura eletrônica no mercado imobiliário pode ser utilizada de forma assertiva

assinatura eletrônica no mercado imobiliárioAinda existem muitas incertezas sobre os aspectos jurídicos e sobre a segurança no processo de assinaturas de contratos no meio digital. Na live “Desafios na implementação da cultura digital nas vendas”, gestores comerciais de incorporadoras asseguram que o processo de vendas é muito mais eficiente!

Veja alguns comentários dos gestores que participaram dessa live:

Depoimento Thiago Kuntze – Grupo Pride 

O Grupo Pride vem utilizando o recurso de assinatura digital desde a metade de 2020. Segundo o Thiago Kuntze “no começo acharam que o pessoal ia ter um pouquinho mais de resistência, mas foi bem tranquilo, todo tipo de público assina, eles acham até muito legal e moderno”. No Grupo Pride a assinatura é 100% digital, “a gente vê que funciona muito bem, os clientes não reclamaram e nem pediram para assinarem em papel”.

Depoimento Vinícius Silveira – Árbore

Os gestores têm receio, achando que o cliente vai ficar desconfortável em utilizar a assinatura eletrônica. Vinícius Silveira, comenta sobre a implantação do recurso na Árbore, “a gente estava há muito tempo querendo implantar isso e com muito medo, como é que o cliente vai levar isso em consideração? Começou um piloto onde tinha um Ipad no estande para assinar lá, teve um evento, aí veio a pandemia e o projeto piloto virou o procedimento padrão”.

E assim que  implementaram não tiveram nenhuma reclamação, de acordo com o Vinícius Silveira, “o pessoal tem gostado mais”, para ele esse é um “processo sem nenhuma desvantagem, a gente só ganha, a gente ganha tempo, dinheiro, eficiência, não tem nenhuma perda”.

Depoimento Márcio Medeiros –  Med Plataforma 

Na Med Plataforma o Marcos Medeiros aponta sobre as assinaturas eletrônicas,  o “preconceito era da equipe e não dos clientes”, mas agora já tá rodando… depois que fez a primeira já não teve mais resistência”. Com a MRV, por exemplo, o processo 100% digital trouxe praticidade e agilidade nos trâmites das vendas.

Vantagens do uso da assinatura eletrônica

A assinatura eletrônica é um marco na transformação digital do mercado imobiliário. E devido a todos os benefícios que oferece não só para as construtoras, mas também para o público, sendo uma opção indicada para sua empresa atingir melhores resultados.

Confira algumas das vantagens de utilizar a assinatura eletrônica no mercado imobiliário:

Mais satisfação dos clientes 

É importante oferecer aos clientes mais opções de acesso para realizar a assinatura eletrônica no mercado imobiliário.

Além da vantagem da assinatura eletrônica não exigir o deslocamento até a imobiliária, ela também é multiplataforma. O que permite o acesso e assinatura por diversos dispositivos eletrônicos, como smartphone, tablet e computador. O cliente tem mais praticidade para realizar a assinatura através do dispositivo que possuir ou preferir utilizar. 

Mais segurança

A segurança é essencial em empresas do mercado imobiliário. O uso da assinatura eletrônica traz isso para as empresas e clientes.

Se antes o cliente perdia tempo e dinheiro com idas até a empresa e aos cartórios, com o uso da assinatura eletrônica isso não é mais necessário. Pois através do uso de criptografia, a assinatura possui autenticação e originalidade, assim como a assinatura em papel.

Com técnicas de alta segurança, a assinatura eletrônica oferece garantias legais aos documentos e contratos, ao associar o signatário (assinante) ao conteúdo ou documento assinado.

De acordo com o Dr. Cláudio, “as assinaturas eletrônicas passaram a ser utilizadas de maneira ainda mais nas relações em que você contrata ou que você entrega algo para uma pessoa jurídica”. Sendo caracterizada como uma marco importante no meio legislativo brasileiro, responsável por regulamentar a partir da Lei n° 14.063 novas formas de assinaturas eletrônicas. 

Tínhamos com a medida provisória 2.2000 – 2/2001 as assinaturas dentro do padrão ICP Brasil e as assinaturas fora desse padrão, que eram descritas no art. 10  § 2° da referida medida provisória.

Compartilhe essa informação com o departamento jurídico da incorporadora para que possam avaliar, é preciso escolher uma plataforma que vai te fornecer uma transação segura e adequada, escolha o Facilita

Facilidade no acesso aos documentos

Sem necessitar do deslocamento do cliente ou corretor, o uso da assinatura eletrônica no mercado imobiliário oferece mais facilidade ao acesso dos contratos para assinatura. O que pode refletir no aumento das conversões em vendas da sua empresa.

Economia de dinheiro 

As idas ao cartório causam grande desgaste para o cliente, que precisa desembolsar dinheiro e tempo para assinar documentos. Além do mais, a própria empresa também gasta com esses procedimentos. Isso pois há necessidade de imprimir esses documentos, utilizando materiais como tinta para impressora, papéis e outros itens de escritório.

Com o uso da assinatura eletrônica no mercado imobiliário, o gasto de dinheiro com os procedimentos é diminuído consideravelmente, permitindo maior satisfação e menos custos para o cliente e imobiliária.

Otimização do tempo

Os profissionais de atendimento, corretores e gestores precisam de mais tempo para utilizá-lo de forma estratégica. Com o uso da assinatura eletrônica, o corretor consegue fechar a venda de forma completamente digital.

A solução permite que o profissional tenha na palma da mão tudo o que precisa para concluir o negócio. Sem necessidade de ir até o cliente para coletar dados, assinaturas, documentos ou enviar contratos fisicamente. Otimizar processos tem sido ainda mais necessário em meio às adversidades impostas pela pandemia. 

Além do mais, é importante valorizar o tempo do cliente. Pois com mais agilidade para resolver tarefas burocráticas, ele não precisará gastar seu tempo,  o que é uma ação muito valorizada pelo novo consumidor.

Mercado Imobiliário

Big Data e Mercado Imobiliário: qual a relação?

Publicado a

I

Tendo em vista um mercado cada vez mais competitivo e um público mais e mais exigente e conectado, é imperativo que os players do mercado imobiliário invistam na contínua modernização de seus processos e se apropriem das incontáveis oportunidades que surgem a partir da correta e inteligente utilização de dados.

Seja para direcionar os esforços de suas equipes, melhor conhecer o perfil, as necessidades e o momento de compra de seus clientes ou ainda para, a partir de análises e projeções baseadas em dados, terem a possibilidade de  desenvolver e entregar produtos cada vez mais condizentes com as necessidades de seus possíveis clientes.

Ainda que inerente à implementação de uma cultura de dados hajam desafios, utilizar ferramentas adequadas, que deem suporte a tais iniciativas, podem suavizar o processo e impulsionar os resultados. Pensando nisso, esse artigo foi preparado para que você, agente imobiliário, entenda essa tendência que pode alavancar as suas vendas de forma escalada. Confira!

O que é Big Data?

Trazido à público em 2005 pelo então gerente de dados da O’Relly, Roger Magoulas, o termo Big Data se refere não apenas a um grande volume de dados, mas também à variabilidade desses dados, à velocidade na qual são gerados, sua veracidade e o valor a eles agregado.

A variabilidade se refere à diversidade de fontes e formatos nos quais se produzem tais dados, podendo estes, serem advindos tanto de formulários e planilhas, como de diferentes sistemas e dispositivos.

Já a velocidade é uma característica intrínseca ao termo e diz respeito ao ritmo com o qual os diferentes tipos de dados são gerados e atualizados, ou seja, não basta haver um grande acúmulo de dados, estes devem estar sujeitos a um rápido crescimento, sendo justamente estes fatores os que tornam imprescindível a validação dos dados a fim de garantir a veracidade destes, com o intuito de encontrar possíveis inconsistências e anomalias, mas também a fim de questionar se esses dados ainda correspondem à realidade.

Ainda relacionado ao conceito de Big Data está a noção de valor; isso porque dados são apenas dados. Embora potencialmente ricos em informação, eles precisam ser garimpados ou, fazendo uso do termo corrente, minerados através de processos, ferramentas e técnicas que, finalmente, transformarão tais dados brutos em conhecimento útil para os negócios.

Aplicações gerais de Big Data

Uma vez que Big Data trata-se de um volume massivo de dados oriundos das mais diversas fontes possíveis, este também possui as mais diversas aplicações, já que a natureza dos dados varia de acordo com o ramo de atuação da organização, seja ela privada ou governamental.

Sendo assim, Big Data pode ser utilizado para analisar o volume do tráfego de veículos ou o padrão de crimes praticados em diferentes horários em determinada região de uma cidade, ou ainda prever alagamentos ou mapear o alcance de danos causados por abalos sísmicos, dando oportunidade para que novas políticas públicas de enfrentamento às situações observadas sejam criadas.

Pode, ainda, apoiar estratégias de cultivo no agronegócio, bem como sustentar decisões guiadas por dados em empresas de diferentes segmentos.

Portanto,  o objetivo principal do Big Data é extrair valor de dados, permitindo que destes se obtenham insights úteis para tomada de decisões, já que utilizando-se de técnicas de Big Data, é possível observar padrões nos dados que não se revelariam de outra maneira, possibilitando um entendimento e planejamento mais acertivo dos negócios.

Para que isso seja possível, geralmente estão envolvidos modelos de Machine Learning (Aprendizagem de Máquina) que tem um papel crucial na tarefa de revelar padrões ocultos, de difício detecção até mesmo para os mais atentos e experientes olhares humanos, possibilitando a apropriação de informações que, se bem utilizadas, podem torna-se uma vantagem competitiva importante.

Qual a relação entre Big Data e Mercado Imobiliário?

Assim como observado em outros âmbitos do mundo dos negócios, o setor imobiliário também pode se beneficiar dos avanços em Big Data. É sabido que “vende melhor quem domina a informação” e, uma vez que Big Data diz respeito à obtenção e enriquecimento de dados, transformando-os em informação útil, quem melhor investir em ferramentas e profissionais de Big Data, estarão à frente.

No mundo cada vez mais virtualmente conectado, a internet tornou-se o principal meio de acesso à informação de boa parte das pessoas. Segundo pesquisa realizada em 2021 pelo grupo de comunicação jornalística Poder Data, 43% das pessoas buscam informação por esse meio, número que já ultrapassa veículos tradicionais de comunicação como a televisão, rádio e jornal impresso.

Pesquisas realizadas pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação – CETIC, apontam o crescimento no número de internautas no país que, com a expansão da web 2.0, não apenas consomem informações, como também as geram. Em cada clique, em cada busca, cada curtida, as pessoas estão gerando muitos gigabytes de dados. Rastros que indicam suas opiniões, preferências e necessidades.

Desse modo, saber como utilizar esses dados, ajudará a traçar um perfil mais detalhado e seguro dos possíveis compradores, conhecendo quem são, o que buscam e, de forma mais assertiva, qual o elemento motivador da compra, podendo-se assim, ser capaz de fazer a entrega perfeita. Dito de outra maneira, a todo momento as pessoas estão dizendo que tipo de imóvel buscam e quais suas necessidades.

Entretanto, isso é dito de forma implícita, através das pistas que deixam na rede. Portanto, acessar e compreender essas pistas pode ajudar as construtoras na própria definição de seus produtos, sendo possível antever demandas e apresentar propostas inovadoras, uma vez conhecidas as reais necessidades de seu público-alvo.

Iniciativas nesse sentido têm sido implementadas, como é o caso da DataClick, que realizou um projeto no qual utilizou dados de leads e clientes dispersos em diferentes sistemas de uma incorporadora, reunindo-os e os analisando a fim de compreender suas características  que melhor se relacionavam com os produtos disponíveis.

A iniciativa promoveu a venda de cerca de 20% de um empreendimento, antes do lançamento, apenas utilizando de forma inteligente a base de dados a qual já dispunham, demonstrando que nem sempre é preciso utilizar grandes volumes de dados obtidos de fontes externas, mas que o próprio negócio já pode reunir muitos dados que, possivelmente, têm sido subestimados.

Dados no app Facilita

O app Facilita dispõe de vários recursos que dão suporte a uma gestão guiada por dados, dos quais podemos citar os relatórios em Excel que, a partir do painel da aplicação web,  permite exportar  diferentes relatórios nos formatos xlsx ou csv,  que possibilitam uma visão detalhada concernente a clientes, reservas, leads e ainda outras como funil de vendas, negócios, etc.

Valendo lembrar que, uma vez exportados, a maneira como esses dados serão utilizados depende da técnica e criatividade daquele que os manejará, podendo ser utilizados diretamente em editores digitais de planilhas, como MS Excel, Google sheets e outros, ou transformados em fontes de dados para aplicações de business inteligence, como Gogle Data Studio e Power BI.

Para aqueles, no entanto, que desejam utilizar visualizações de dados em forma de dashboards, o aplicativo Facilita conta com soluções BI desenhadas para suprir demandas no gerenciamento de vendas e marketing que se encontram acessíveis diretamente via painel web.

Essas visões foram projetadas para apresentar de forma clara e inteligente, informações como a distribuição dos negócios no funil, valores de negociações, produtividade de equipes, taxa de conversão por origem, tempo médio e perfil demográfico das vendas, entre outras, contando ainda com a calculadora de leads que, com base na taxa de conversão do funil, calcula quantos leads serão necessários gerar para que se alcance a meta de vendas estabelecida.

Além de soluções para integração e entrega de dados como o webhook e a API Pública Facilita, há também, soluções que conferem maior liberdade para usuários que desejam manipular dados de forma mais especializada.

É o caso da Fonte de Dados para BI que, após um pré-processamento por parte do Facilita, possibilita a entrega de dados diretamente ao cliente através de um endpoint, a partir do qual o cliente pode obter e analisar dados, utilizando ferramentas e técnicas com as quais já está habituado.

Há ainda, a opção de utilizar, a um nível mais avançado, o DataLake Facilita, que entrega toda a gama de dados armazenada no processo de vendas, sem qualquer pré-processamento, evitando o enviesamento dos dados e possibilitando um leque muito maior de aplicações e obtenção de insights por meio destes.

Gostou do conteúdo e quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado imobiliário? Assine nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos semanalmente no seu e-mail!

Continue lendo

Recursos

Descubra as principais vantagens de integração do ERP UAU e App Facilita para loteadoras

Publicado a

I

Por

Uma integração de sucesso como ERP UAU + App Facilita vem para otimizar os processos nas empresas. Isso porque parcerias como essa reduzem custos nas loteadoras ao integrar a gestão de vendas com atendimento ao cliente.

O principal benefício dessa integração é que as informações cadastradas são disponibilizadas no App Facilita e as reservas de unidades são enviadas automaticamente ao ERP.As empresas focadas em empreendimentos imobiliários têm a necessidade de atender mais clientes e fazer vendas mais assertivas para que o cliente se torne promotor da marca.

Mas você sabe como estruturar melhor um processo de vendas na sua loteadora?

Um modelo estratégico muito conhecido no mercado é chamado de funil de vendas, uma estrutura de atendimento composta por quatro estágios, na qual se encontra o nível de consciência do possível comprador, ele passa por esses estágios por entendermos que o interesse é apenas a primeira parte da jornada de compra.

Problemas na gestão de vendas de um loteamento

A gestão de vendas de um loteamento pode trazer também algumas dificuldades para a incorporadora. Por exemplo, tabela de vendas com valores incompatíveis, contratos desorganizados, relacionamento com cliente com falhas, sem canal de comunicação eficaz. A partir daí, um funil de vendas integra todo o processo e pode servir de exemplo para avaliar como está o atendimento e fazer possíveis mudanças.

Nesse sentido, é indispensável que a gestão de vendas tenha um processo de relacionamento eficiente e informações sobre os produtos em tempo real, de forma mais autônoma e independente. Isso porque quanto mais próximos os corretores e equipe de vendas mais oportunidades de avaliação e mudanças na rotina que melhore os resultados do negócio.

Pois bem, o que podemos perceber é que as empresas ainda não tem um processo de vendas focado na jornada do cliente. E é isso que um CRM adaptável às rotinas de vendas pode fazer.

Integração ERP UAU + App Facilita

Com a integração ERP UAU + App Facilita a melhora da gestão de vendas contribui para o processo de lançamento imobiliário, ao permitir que a equipe faça controle de reserva de unidades, diminuindo o ciclo de vendas e aumentando a capacidade de atendimento.

Além disso, a integração oferece aos corretores a disponibilidade de visualizar a reserva de unidades em tempo real. Esse processo contribui para melhorar o atendimento ao cliente e entrega mais praticidade e segurança para quem atua no lançamento de empreendimentos.

Case: FGR incorporadora

Na FGR incorporadora o CRM foi responsável por entregar para equipe todo o processo de funil de vendas do empreendimento. Os profissionais de vendas conseguiam ter acesso a todas informações em tempo real, de forma mais rápida e dinâmica. Dessa forma, o espelho de vendas ficava disponível 24 horas por dia para quase 15 imobiliárias, que foram responsáveis pela venda do empreendimento. Veja:

Tenha acesso em tempo real ao funil de vendas personalizado, integrado e com uma comunicação entre vendas e administrativo eficiente. Saiba mais aqui!

Continue lendo

Gestão

Saiba como otimizar sua gestão de vendas com o auxílio de um CRM imobiliário

Publicado a

I

Você já enfrentou problemas em utilizar de forma eficaz as informações da sua carteira de clientes? Em achar o imóvel ideal de acordo com o interesse do cliente? Diante dessa realidade, para o crescimento da empresa, controle e gestão em todas as etapas do processo de vendas, é imprescindível adotar ferramentas e tecnologias que melhorem a eficiência no processo de vendas, como por exemplo, o CRM imobiliário.

Descubra neste artigo como boas ferramentas de CRM podem fazer a diferença na hora de acompanhar e gerir o processo de vendas em uma construtora, incorporadora, loteadora ou imobiliária. Vamos lá?

O que é CRM?

O CRM é um sistema desenvolvido com o objetivo de otimizar as atividades de vendas, marketing e atendimento ao cliente.

Seu objetivo é capturar e interpretar dados do cliente – criando o suporte necessário para o gerenciamento de todo o relacionamento com o cliente. Na prática, o CRM automatiza processos e fluxos de trabalho, ajudando a organizar e interpretar dados para envolver seus clientes com mais eficiência.

Confira os principais benefícios de usar um CRM:

  1. Otimização das estratégias de marketing; 
  2. Maior eficiência do fluxo de trabalho;
  3. Análise aprimorada de dados dos clientes;
  4. Melhor relacionamento com o cliente;
  5. Crescimento dos resultados de vendas.

Por que contar com ferramentas de CRM é importante?

Para ter sucesso em todas as etapas do processo de vendas é imprescindível ter uma gestão assertiva de todos os atendimentos de potenciais clientes (leads), isso fica fácil utilizando ferramentas de CRM, com: o atendimento rápido, fila de atendimento, registro de atendimento e registro de lembretes futuros, por exemplo. Continue conosco, pois, a seguir, vamos explicar o motivo.

Talvez você tenha trabalhado bastante a geração de leads, mas se essas oportunidades não tiverem a gestão completa focada em resultados, temos aqui um grande problema: provavelmente existem grandes chances de que o capital investido em mídia e captação seja desperdiçado com a baixa conversão.

E ainda falando em gestão de leads, já que essa é uma preocupação de construtoras e incorporadoras, existem no mercado vários CRM’s que fazem a gestão dessas oportunidades. Mas uma grande parte dessas ferramentas de CRM acabam deixando de lado um pilar bem importante: a adaptação ao processo de vendas já praticada pelo cliente.

Aposte em um CRM que integre com ERP

Enquanto você organiza  os processos do seu negócio, pode aproveitar as informações dos dois dados para oferecer um atendimento mais assertivo e eficiente para clientes. É um processo que ocorre naturalmente quando os dados do seu CRM se integram aos do ERP.

Da mesma forma, o seu ERP pode se beneficiar de informações geradas em tempo real pelo CRM: no momento em que uma venda é fechada, as informações da transação já podem ser recebidas pelo departamento financeiro, por exemplo. Quanto maior a facilidade de cruzar informações, melhor para a produtividade da equipe e finalização para a venda.

CRM eficiente na integração com o Sistema de Reservas

A integração do CRM com o sistema de reservas facilita o controle de unidades de forma automática de acordo com a etapa do lead. 

Visão do funil de reservas: organizada para que o gestor tenha as informações essenciais de forma eficiente e fácil acesso. A dinâmica de cards de clientes permite a execução de ações rápidas que agilizam o atendimento, sem precisar mudar de tela, facilitando para gestores e corretores darem o próximo passo no atendimento. 

Filtros de busca: você pode encontrar seus clientes de forma mais rápida utilizando filtros inteligentes.  

Regra de ociosidade dos atendimentos: permite ao gestor configurar por etapas e status tendo maior controle do tempo de atendimento do lead em todas a jornada da venda.

Transformação digital no mercado imobiliário

As construtoras perceberam a mudança no mercado imobiliário e a necessidade de evoluir para atender o cliente. Assim, muitas delas estão investindo no digital e na tecnologia para atrair e acompanhar o novo consumidor.

Ainda é comum que algumas construtoras utilizem a ferramenta do WhatsApp como principal fonte de contato e armazenamento de informações sobre clientes, mas você gestor, acha mesmo que essa é a melhor prática a se seguir?

Enviar materiais de vendas e receber documentos pelo WhatsApp é uma prática bastante comum no mercado imobiliário, mas pode não ser o caminho mais seguro e assertivo para a sua incorporação. Isso porque, ele não fornece o controle e gestão adequados. Mas qual seria então a solução para ter de fato um processo de vendas organizado e consequentemente funcional?

No app Facilita é possível acompanhar toda a jornada do cliente, do início ao fim da venda. Confira os detalhes de cada processo e saiba como ter mais controle das etapas de venda, fale com um de nossos consultores!

Continue lendo

mais acessados do Blog

pt_BRPortuguese